Etiqueta Empresarial Pitaco

Como manter seu emprego por mais tempo

Homem usando óculos está sentado numa mesa ao lado de uma caixa de papelão com pastas. Ele usa calça escura, camisa social, azul e a gravata está torta. A expressão é que ele está deprimido.
image_pdfimage_print

Uma mulher sorrindo, usa cabelo curto , castanho claro, ela está sentada à esquerda, diante de uma mesa e cumprimenta uma outra mulher, que usa terninho creme e cabelos, presos, rabo-de-cavalo. Na mesa temos um notebook aberto , lapis e papeis.

É isso aí: de nada adianta um currículo invejável, ser amigo do chefe ou mesmo ter boas conexões no mercado. Se a atitude não estiver adequada a política da empresa, em pouco tempo esse funcionário que parecia tão promissor, acaba queimado – e a demissão é certa.

Não é terrorismo – pesquisas mostram que as empresas contratam pela competência – isso é certo. Porém, como disse, 70% das causas de demissão são por conta de posturas agressivas ou consideradas inadequadas.

Ora, em tempos de crise, não é caso de correr o risco…

Homem com semblante de bravo, de cabelos grisalhos, usando terno cinza escuro, camisa clara e gravata cinza escuro. Ao fundo temos um relógio de parede e ele aponta para a rua com braço esquerdo

E o que seria uma atitude inadequada?

Varia, claro, de empresa para empresa – algumas são mais formais, outras mais rigorosas quanto a certos aspectos e outros nem tanto. Daí a importância de ficar ligado em aspectos que, de forma geral, bem trabalhados, não desagradam nunca – ao contrário!

Visual – é o responsável por nada menos do que 60% do impacto da comunicação não verbal. Portanto, é importante sim, apresentar-se de forma que combine com o contexto geral de seu trabalho.

Tom de Voz – nesse mesmo estudo da comunicação não verbal – 30% do impacto negativo ou positivo vem do tom da voz – e não necessariamente do que você está falando (isso, em um primeiro momento, tem um impacto de apenas 10%).

De modo que maneire: não fale alto nem baixo demais, não seja sarcástico ou engraçadinho, não gargalhe sem motivo, ou sozinho – de alguma piada que só você entende, pois passa uma imagem de pouca seriedade. E mulheres, se liguem: nada de falar baixinho, sussurrando, roucas como criancinha que baixa em centro espírita. Firmeza e voz clara passam muito mais credibilidade, tá?

Interação e presença – hoje, o virtual tem uma presença pra lá de marcante em nossa vida – daí a importância de sair um pouco de trás de telinhas e telonas.

Espante a preguiça e tire a bunda da cadeira.Vá até a lanchonete, circule pela sala, converse, ajude, pergunte mas principalmente seja uma pessoa presente e antenada.

Discretamente e com discernimento é claro. Se notar que sua ajuda não é bem vinda ou que o ambiente não está para papo, recue com leveza e graça.

Sem Pressa – hoje ninguém mais tem tempo pra nada, certo? Por isso mesmo, você não pode ser mais um esbaforido, eternamente atrasado e atropelado por uma agenda insana.

Ainda que isso seja verdade, procure se controlar, respire fundo e adote uma postura calma, focada e no controle.

Faz todaaaaa a diferença do mundo – experimente!

Desenho de dois homens - um está sobre uma mesa chutando o trazeiro do outro. Ambos usam gravatas escuros e o um usa uma mala na mão esquerda.

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

1 Comentário

  • Responder
    Thais F. Vidigal
    08/09/2015 as 11:14

    ótimas dicas

  • Deixe um comentário