Receber Bem – além da boa mesa

Sobre uma mesa em madeira rústica e castanha de onde se vêem os veios estão dispostos ordenadamente quatro envelopes servindo de porta talheres em ráfia acondicionando um jogo de garfo, faca ao meio e colher a direita. Cada saquinho tem por cima um laço também em ráfia com um botão rustico ao centro como acabamento complementado por um pequeno maço de flores de seda em tons outonais:ferrugem, laranja e amarelo ocre. O conjunto é leve, despretensioso e de muito bom gosto.

Pequenos detalhes e muito capricho são essenciais – e fazem a maior diferença.

Prepare o clima – a iluminação é importante: luz demais ou  diretamente cansa os olhos rapidamente. Aproveite abajures e luminárias e deixe apenas eles ligados. O efeito é bem mais repousante.

Música –  ela dá o tom da reunião e deve estar presente. Tem que combinar não apenas com você, mas também com o temperamento de seus amigos. Se a ideia não é dançar, o ideal é que o som seja “de fundo” mesmo.

Cheirinhos e sachês – atenção para não exagerar. Se quiser perfumar a casa faça isso no hall de entrada (ou do elevador) como um toque de bem receber. Na sala é melhor ficar com o perfume (e a beleza) de flores naturais.

Banheiro em dia – hoje são mais raras as construções com um lavabo. Mas seus amigos não são obrigados a partilhar suas intimidades!!! Solução fácil: armários e pequenos móveis com gavetas nos banheiros…

Aperitivos – são tão importantes quanto o jantar ou almoço que você está servindo. Por isso pense neles e não exagere na quantidade, mas na qualidade – para estimular o apetite e já dar o tom do que está por vir. No verão, tomatinhos cereja com bolinhas muçarela e outros da linha “fresquinhos” caem melhor do que pastas mais gordurosas ou misturas picantes

O Café – ele não deve marcar o final da refeição, mas o início dos melhores momentos da reunião. Assim, faça com que chegue a mesa rapidinho, logo depois de servida a sobremesa ou doce.

Servir o café pessoalmente é um gesto de atenção inigualável.

Um café no capricho acompanhado de docinhos ou um licor (alguns especialistas afirmam que um realça o sabor do outro e dão goles alternados saboreando o contraste) é infalível para reavivar a conversa e prolongar a festa por mais um par de horas.

Depois disso a conversa vai se reacender o encontro continua – mais solto. Passada, digamos, meia hora deixe a vista uma bandeja com copos e uma jarra de suco de abacaxi com hortelã – e estará dando um show de bem receber!

Pode apostar, que, se oferecer, todos vão querer…

Chave de ouro – ao notar os primeiros sinais de cansaço na turma trate de refrescá-los novamente. E dessa vez com nada menos que … água com gás. É isso aí. Gelada e com bolinhas , seu efeito , depois de uma noite comendo e bebendo, além de hidratar, é profundamente revigorante.