Como fazer para ter um dia de Rainha

 

Pense num dia comum… acordamos e queremos aquele mega banquete no café da manhã! Esse dá um trabalhinho, mas pedindo com jeito (ou organizando uma parte na véspera) até dá pra a gente montar, desacessar de todas as chatices e curtir quanto tempo quiser!

Menos é sempre mais – se você quer saber, o prato preferido da Rainha Elizabeth II pela manhã é…. um bom cereal com leite… Simples assim!  Fácil esse, certo? Talvez caprichando no bowl para ficar mais bonitinho….

Para o almoço e jantar, escolheria uma refeição sem carboidratos (arroz, batata ou macarrão, tire da lista). Prefira um peixe ou frango grelhado com uma saladinha simples e legumes. Ainda tem o benefício de, se conseguir, aderir perder uns quilinhos…

Pensou que tinha esquecido do famoso chá da tarde? Não… nunca.

Seriam scones (bolinho  feito de trigo ou aveia com fermento em pó como agente de fermentação e cozido em panelas), um grande bolo de chocolate e um pequeno éclair de chocolate – se quiser ser como a Rainha, tem que gostar de chocolate e depois dois tipos de sanduíches. Nada mal, né?

Saiba do que gosta – uma rainha sabe o que gosta de comer, o que vestir e onde ir… e você pode estabelecer para si próprio esses limites – principalmente em quarentena, quando os pequenos prazeres  devem ser os possíveis…

Photo by Frank Rollitz/REX/Shutterstock (502046b)  Queen Elizabeth II STATE BANQUET IN HONOUR OF QUEEN ELIZABETH II AT THE ZENGHAUS, BERLIN, GERMANY – 02 NOV 2004

Nunca esqueça de agradecer. Pense que legal é quando está trabalhando que nem louco no escritório e alguém vem te trazer uma xícara de café ou te convida para ir à casa dele, em num jantar. Agradeça sempre…porque sua Majestade Rainha Elizabeth II é conhecida por fazer isso sempre, em todas as ocasiões possíveis inclusive para o mais humilde dos súditos…




Corte Real Britânica – Tem regras

Todos temos curiosidades de saber como é um jantar com a Família Real Britânica. Quais as regras? Como se comportam? Abaixo algumas curiosidades…

  • Rainha parou de comer, imediatamente pare de comer também, ela sempre dá a última garfada. (se eu tiver a sorte de ser convidada para um jantar com ela, vou torcer muito para ela comer devagar…);
  • As conversas da Rainha nos jantares oficiais já estão todas preparadas. Ela sabe que tem que falar primeiro com quem está a sua direta, e só depois do segundo prato é que ela vai falar com quem está sentado a sua esquerda;
  • Os lugares de cada um à mesa nos jantares oficiais são previamente estudados;

  • Os membros da realeza usam sempre o mesmo assento e são organizados de acordo com a hierarquia;
  • O convidado deve colocar o guardanapo no colo e mantê-lo ali durante todo o jantar. Ele só é devolvido à mesa quando acabar a refeição;
  • Se precisar se levantar, o ideal é que deixe o guardanapo na cadeira. Mas, calma! Para sair da mesa, é preciso aguardar o prato principal ser servido (e por favor, pedir licença! – isso é o básico né?);
  • A postura na cadeira também é importante – até isso rsrsr – o indicado é evitar se inclinar sobre a mesa, nem se debruçar ou colocar os cotovelos em cima dela;
  • Assuntos proibidos enquanto todos estão á mesa: dinheiro, religião, sexo ou política.

 

E ai, o que acharam? Particularmente eu não me incomodaria, são regras bem básicas e que usamos ou deveríamos usar todos os dias, tirando sobre o que se pode ou não falar a mesa.

 

 




O balcão de Buckingham – sede do mau humor infantil

As aparições da Família Real, no balcão do Palácio de Buckingham, são uma forma de se mostrar ao público britânico e turistas e, de uma certa forma, agradecer o carinho e interesse dos súditos. A família Real  preserva essa tradição, mesmo num mundo tão midiático e embora hoje seja possível  visitar o Palácio de Buckingham através dos vídeos do Youtube, onde serviçais explicam toda sua rotina, até pouco tempo atrás, as aparições no balcão eram a única maneira de se ver a família reunida e/ou aferir seu humor…

 

Acima, na foto colorida, o famoso balcão  com todos os membros da Corte Inglesa: desde   Megham Markle, Duquesa de Sussex e seu marido Príncipe Harry, no devido lugar na ordem de precedência: atrás de seu irmão Príncipe William e Kate Middleton, Duquesa de Cambridge.

Rei George V e a Princesa Elizabeth acenava ao povo britânico.

Logo acima, vemos que a Rainha Elizabeth, desde criança já demonstrava controle do tédio acenando para os súditos de forma impecável e a única criança da família de quem não se encontra fotos demonstrando mau humor…

Príncipe Charles também fez parte esse cenário tão simbólico , mas demonstrou todo o seu humor com clareza.

No casamento do Príncipe Charles e  da Princesa Diana, apesar do sorriso da Rainha Elizabeth, vemos as duas primas reais, em função de daminhas, a frente dos noivos, quase chorando de tanto tédio.

O Príncipe William embora criado desde cedo como primogênito, não consegue disfarçar o cansaço e tédio ao lado de sua mãe Lady Diana. Mas vamos combinar: quem nunca?

No casamento do Príncipe Andrews, Duque de York, o grupo de crianças aumentou, porém o mau-humor ainda impera com direito a esfregar os olhos e lágrimas… 

Ela ficou muito famosa no casamento do Príncipe William e Kate Middleton, em todas as fotos divulgadas pela Casa Real Britânica: alguns sites chegaram a chama-la maldosamente de “Chucky ” devido a sua semelhança com o boneco malvado: desesperada de  cansaço ela chega a tampar os ouvidos desejando por fim ao suplício real…

O príncipe George, filho do Principe William e Kate, apesar de lindinho e super treinado, também teve o seu dia da mau-humor na balcão das lamentações infantis.

Sua irmã a princesa Charlotte, mesmo sendo a fadinha dos sonhos de toda mãe, foi contagiada pelo clima: criança nenhuma gosta de ficar imóvel no sol, e sem nada para fazer a não ser fazer cara de quem está gostando de ficar na vitrine – quando o que deseja mesmo é sair correndo….

Mas, quando chega o momento da demonstração de acrobacias da frota de aviões da Força Aérea Britânica, com um  sobrevoo, em homenagem de saudação a Rainha Elizabeth , a alegria volta a reinar no Palácio de Buckingham e a imagem enche os olhos  de todos!




Meghan Markle – A vida nunca mais será a mesma

Desde que se casou, Meghan Markle terá que reaprender detalhes rigorosos sobre como se comportar nos mais variados eventos do dia a dia – desde os mais prosaicos, como um jantar em família passando por bailes de gala até eventos públicos aos quais comparecerá oficialmente.

Passada a sucessão de comemorações festivas e o namoro com a mídia do mundo todo, sobrou para ela uma rotina de muito trabalho a serviço da monarquia, com regras rigorosas (e não negociáveis) que pesa muito mais do que a tiara de brilhantes que ela usou em seu casamento.

Imagem é tudo – a começar pelo que ela pode ou não usar. Para a maior parte das mulheres, ter fundos quase irrestritos para se vestir é um sonho. Mas para Meghan há uma série de restrições que a impedem de, como qualquer mortal, se divertir em uma tarde de compras escolhendo o que lhe der na telha ou algum item pelo qual se apaixonar.

Nada de esmalte preto – nem marrom, nem escuro e nem colorido. E pronto. Para as mulheres da família real, sobram esmaltes de misturinhas cor de rosa, branco, nude e incolor.

 

Nada de mini saias – visual periguete e popozuda é altamente ofensivo e não pega bem na corte inglesa (aliás em pouquíssimos lugares, vamos combinar). O problema é que há um padrão bem específico para o comprimento das bainhas: não mais do que 10 centímetros acima dos joelhos. Que, para o nosso padrão é considerado roupa para trabalhar….

Não mais saltos anabela – e sapatos de plataforma ou meia pata…. Por mais confortáveis que sejam, a Rainha Elizabeth II simplesmente de-tes-ta esses modelos. Assim, as mulheres da família real tem que se conformar em usar saltos altos, sem contar com o benefício de uma plataforma ou apoio anabela para atenuar o peso no pé.

Joelhos sempre juntos – para sentar onde quer que estiver. Parece fácil mas não é: cruzar as pernas é um gesto  considerado extremamente vulgar. O que para nós é super natural e confortável, para as mulheres da família Windsor está fora de questão. Joelhos juntos, no máximo é permitido cruzar as pernas apenas na altura dos calcanhares.

Sempre um look preto a mão – ou mesmo na mala em viagens. Isso se tornou obrigatório desde a morte do pai da Rainha Elizabeth, o Rei Jorge. Na ocasião, a jovem princesa  estava na Africa com o marido e teve que retornar às pressas, já como Rainha,  com a roupa esportiva e clara de que dispunha para os safáris. Foi uma saia justa  que a Rainha não quer que se repita – daí a regra para todos os membros da família.

Você pode dizer que comparados aos problemas da vida como ela é, tudo isso são detalhes fúteis – e concordo. Mas, para uma jovem mulher que ralou para conseguir um lugar ao sol (e conquistou os holofotes, primeiro da América e depois do mundo) graças a sua personalidade e estilo, ter que se adaptar a esse tipo de miudeza requer um  certo sacrifício sim. E não é à toa que Meghan, em poucos meses já está sofrendo de alopécia (queda de cabelos) devido ao stress…

www.claudiamatarazzoensina.com.br

 




O Jogo de Porcelanas Meghan Markle e Harry

 

 

 

 

 

A noiva real Meghan Markle e noivo Harry aprovaram uma série de porcelana comemorativa para celebrar suas núpcias. O design exclusivo em branco e azul centáurea tem um monograma das iniciais do casal no centro, amarrado com fitas brancas e encimado pela coroa do Príncipe Harry.

A borda decorativa de cada peça é inspirada nas ferragens da porta Gilebertus do século XIII da Capela de São Jorge e cada uma é revestida com ouro de 22 quilates.

A gama Royal Collection Trust, que é feita em Stoke-on-Trent, inclui uma caneca de café decorativa em miniatura, caneca de café, casamata, caneca e placa.

fenômeno da lembrança do casamento real remonta ao casamento da rainha Victoria com o príncipe Albert em 1840 – e está ligado à ascensão da produção em massa na Grã-Bretanha da revolução industrial.

Continua sendo uma indústria próspera até hoje! Se pensar que em 2011 foram  gastos nada menos do que cerca de 222 milhões de libras (aproximadamente R$ 1 Bilhão) em lembranças de todos os tipos na corrida para o casamento real de 2011, de acordo com o Center for Retail Research.

Mas, aqui vem mais legal! Todo mundo vai achar que copiei, mas, na verdade, o jogo de Porcelanas da linha “Diva” assinado por mim e lançado pela Schmidt em 2016 é muito, mas muito parecido mesmo!!! Confira abaixo e veja se não dá até pra confundir…

Porcelana Schmidt – linha exclusiva Diva