DICAS para serviço a mesa que fazem diferença!

Independente de ser você quem serve a mesa ou se dispõe de uma pessoa ajudando,  preste atenção e oriente sua assistente corretamente.

Travessas de comida – se estiverem sobre um aparador, tente não colar uma a outra: lembre que é preciso deixar um espaço para que a pessoa apoie o prato perto de cada travessa para se servir. Afinal de contas, usamos as duas mãos para isso e não dá para segurar o prato e se servir ao mesmo tempo…

Pratos: não devem ser empilhados, mas retirados separadamente. Ainda que não esteja usando serviço a francesa, ao levar um (ou no máximo dois) por vez, o serviço fica mais organizado.

Talheres ao retirar – devem continuar sobre o prato sem juntar todos os talheres em um só e muito menos raspar o prato para tirar o resto da comida. Isso é feito na cozinha tá?

É osso – não coloque pratinhos separados para que depositem ossos de frango ou outras aves depois de comer. É melhor cada um fica com seu osso no prato (que será retirado) do que deixar um ou mais pratos com ossos empilhados e misturados no centro da mesa…

Cabelos: sempre presos ou pelo menos meio presos. Isso é básico. Quem trabalha e/ou transita pela cozinha não pode ter cabelo solto. É simples assim.




Porcelana Branca- quando menos é mais

Prato de louça branca lisa,fundo com linhas muito modernas. Dentro, um risota de aspargos, enfeitado com pedacinhos de aspargos e salsinha e nas bridas largas da louça vê-se mini rosas e temperos verdes salpicados enfeitando o prato.

A prova disso são esses três modelos de pratos fundos da Schmidt, aparentemente iguais. Diferentes em seu tamanho e no diâmetro do espelho – parte central que recebe a comida, cada um tem função definida valorizando o conjunto.Três pratos de porcelana branca fundos com as bordas largas, colocados juntos com tamanhos diferentes. Os modelos são iguais mas os tamanhos não.

Usados juntos em uma refeição, podem dar um show de modernidade e funcionam justamente por serem super versáteis: com toalha, jogo americano, decoração de cores vivas ou tons mais fechados, com estampas ou grafismos.

E o mais importante: cada qual contribui a sua maneira para o sucesso não só da receita, mas de toda a refeição. O prato maior – acima com o risoto, recebe também sopas cremosas ou pratos “pedaçudos” como ratatouille ou cozidos.

O prato médio, é perfeito para a saladas de folhas, uma salada de macarrão ou mesmo uma entrada como figos com presunto crú.

 

Prato fundo de porcelana branca tamanho médio em relação ao outro mostrado acima. Dentro, folhas de salada com frutas vermelhas e ao lado uma molheira pequena de louça branca com molho de azeite e mostarda

Finalmente o prato menor, aqui com uma sobremesa divina com direito a semente da “fruta do milagre” pode ser usado também para degustações ou entradas menores, com receitas mais condimentadas.

Prato de porcelana branca e bordas largas com fruta kiwi cortada em fatias grossas com limão siciliano fatiado finoe enfeitada com semente vermelha de fruta do milagre

Frescura? Claro que não: capricho! E o resultado desse tipo de atenção se reflete no impacto das linhas puras em contraste com qualquer tipo de serviço.