7 hábitos estranhos da Rainha da Inglaterra

Eis alguns dados interessantes sobre a Rainha Elizabeth II, da Inglaterra. Alguns parecem não ter lógica, já outros, dão um toque ainda mais folclórico à sua imagem.

 

Não viaja sem um suprimento de sangue – esse é obrigatório no caso de qualquer chefe de estado ou membro da realeza em viagens. Há sempre um médico pessoal viajando com a Rainha.

E com ele, um kit de primeiros socorros, um desfibrilador e um suprimento de sangue para para o caso dela precisar de uma transfusão de emergência.

 

A Rainha odeia gelo em forma de cubinhos – ela se incomoda muito com o barulho do gelo no copo. Por isso, as bebidas servidas em sua presença sempre são servidas com gelos em formato de esferas.

Sempre leva um ganchinho na bolsa – na bolsa da rainha você não vai encontrar coisas comuns. O que você sempre vai encontrar é um gancho, para pendurar a bolsa embaixo da mesa.

Não gosta de homens de barba nem de gravata borboleta – seus funcionários costumam estar sempre de barba feita. O único que foge a essa regra é o seu neto, Harry, Duque se Sussex. Ela tentou lutar contra isso, mas perdeu essa. E também não gosta de colete ou gravata borboleta em homens, principalmente as que já vem prontas.

Numera todos os vestidos – isso acontece porque a rainha gosta de manter tudo sempre organizado e porque toda roupa é registrada em uma revista. Como ela gosta de cores fortes e cortes clássicos, é muito fácil confundir qual foi usado quando.

Nunca toma sopa ou come batata – claro que esses pratos são servidos no Palácio de Buckingham, mas nunca quando a rainha está sozinha. Ela não gosta de batata e evita comer carboidratos.

Tem uma amaciadora de sapatos real – uma mulher com o mesmo tamanho de pé usa os sapatos da rainha antes para deixá-los mais confortáveis.

Qual hábito você achou mais inusitado? Consigo entender quase todos, tirando o fato dela não gostar de homens barbados.Mas gosto, já sabemos, não se discute…

 

 

 

 




O balcão de Buckingham – sede do mau humor infantil

As aparições da Família Real, no balcão do Palácio de Buckingham, são uma forma de se mostrar ao público britânico e turistas e, de uma certa forma, agradecer o carinho e interesse dos súditos. A família Real  preserva essa tradição, mesmo num mundo tão midiático e embora hoje seja possível  visitar o Palácio de Buckingham através dos vídeos do Youtube, onde serviçais explicam toda sua rotina, até pouco tempo atrás, as aparições no balcão eram a única maneira de se ver a família reunida e/ou aferir seu humor…

 

Acima, na foto colorida, o famoso balcão  com todos os membros da Corte Inglesa: desde   Megham Markle, Duquesa de Sussex e seu marido Príncipe Harry, no devido lugar na ordem de precedência: atrás de seu irmão Príncipe William e Kate Middleton, Duquesa de Cambridge.

Rei George V e a Princesa Elizabeth acenava ao povo britânico.

Logo acima, vemos que a Rainha Elizabeth, desde criança já demonstrava controle do tédio acenando para os súditos de forma impecável e a única criança da família de quem não se encontra fotos demonstrando mau humor…

Príncipe Charles também fez parte esse cenário tão simbólico , mas demonstrou todo o seu humor com clareza.

No casamento do Príncipe Charles e  da Princesa Diana, apesar do sorriso da Rainha Elizabeth, vemos as duas primas reais, em função de daminhas, a frente dos noivos, quase chorando de tanto tédio.

O Príncipe William embora criado desde cedo como primogênito, não consegue disfarçar o cansaço e tédio ao lado de sua mãe Lady Diana. Mas vamos combinar: quem nunca?

No casamento do Príncipe Andrews, Duque de York, o grupo de crianças aumentou, porém o mau-humor ainda impera com direito a esfregar os olhos e lágrimas… 

Ela ficou muito famosa no casamento do Príncipe William e Kate Middleton, em todas as fotos divulgadas pela Casa Real Britânica: alguns sites chegaram a chama-la maldosamente de “Chucky ” devido a sua semelhança com o boneco malvado: desesperada de  cansaço ela chega a tampar os ouvidos desejando por fim ao suplício real…

O príncipe George, filho do Principe William e Kate, apesar de lindinho e super treinado, também teve o seu dia da mau-humor na balcão das lamentações infantis.

Sua irmã a princesa Charlotte, mesmo sendo a fadinha dos sonhos de toda mãe, foi contagiada pelo clima: criança nenhuma gosta de ficar imóvel no sol, e sem nada para fazer a não ser fazer cara de quem está gostando de ficar na vitrine – quando o que deseja mesmo é sair correndo….

Mas, quando chega o momento da demonstração de acrobacias da frota de aviões da Força Aérea Britânica, com um  sobrevoo, em homenagem de saudação a Rainha Elizabeth , a alegria volta a reinar no Palácio de Buckingham e a imagem enche os olhos  de todos!