Como lidar com restrições alimentares nas festas de final de ano

Final de ano está ai e é um momento de reunir a família e os amigos para uma refeição grande e deliciosa cheia calorias  e amor fraterno… Parece divertido, mas não se esqueça de se informar sobre  restrições ou alergias  causadas por ingredientes ou produtos – pois  algumas podem ser fatais.

Se você for fazer um jantar na sua casa, mostre gentileza e principalmente respeito por seus convidados, respeitando as restrições alimentares.

Como anfitrião, é sua a responsabilidade de garantir que todos tenham momentos agradáveis – ​​e comam bem porque nessas festas isso faz parte, ta? Você não precisa eliminar tudo o que deseja servir, mas é bom ter uma variedade de pratos para que pessoas com restrições alimentares possam escolher os alimentos que possam comer.

Pergunte antes – ao convidar, pergunte se há algo que eles não podem comer e peça sugestões ou recomendações. Você não quer que seus convidados saiam com fome; portanto, é uma boa forma ter opções suficientes para eles aproveitarem.

Discrição é bom: há quem não ligue, mas há quem se importe sim que saibam que tem essa ou aquela restrição, até porque detestam ter que explicar etc. Ninguém precisa saber das restrições de ninguém, por isso, não comente. Discretamente, aponte tudo o que eles devem evitar e mostre as opções e substitutos.

Se você for o convidado – e tiver  qualquer tipo de alergia, informe o anfitrião já no momento do convite para que possa se preparar. No dia e na hora é uma tremenda grosseria, ok? Feito de maneira educada, não te trará problemas.

Acredito que não há mal algum em perguntar e falar sobre isso. Pois queremos nos divertir – e não passar mal, né?

Com um pouquinho de planejamento e passando a informação junto com a solução é mais fácil para todos , relaxar e  e aproveitar melhor  essas reuniões.




8 Dicas Top para não se tornar um convidado mala

dinner-with-friends-carmen-tyrrell

Não se atrase – uma tolerância de quinze minutos de atraso é o máximo permitido se você quiser ser educado e não deixar seus amigos ansiosos.

Não chegue antes da hora – é quase pior do que chegar atrasado. As pessoas estão se organizando e preparando a casa de acordo com um um planejamento – chegar antes vai atropelar tudo e você ainda corre o risco de pegar a dona da casa de toalha.

Não peça para estacionar na vaga – nem pergunte se é fácil: informe-se de outra maneira e não crie mais um problema para seu amigo nesse momento. (como estacionar costuma ser um caos, é simpático que o anfitrião avise se existe algum estacionamento por perto).

Não fale de dieta – nenhuma, por mais sensacional e na moda. Aliás, faça o contrário: elogie sempre e coma de tudo.

Não exagere na bebida – parece óbvio mas muita gente vai ficando animada, passa para o alegrinho e, daí, para a inconveniência e constrangimento patético é um pulo. Beba sempre bem menos do que você gostaria…

Não faça selfies – pelo menos não seja o primeiro a ter essa idéia. Se perceber que seus amigos estão registrando tudo, vá em frente. Mas com moderação: em geral esse tipo de coisa interrompe o ritmo de quem está planejando o encontro.

Não fale demais sobre – trabalho, crise, falta de segurança e outros assuntos que podem pesar o ambiente. Que tal esportes, arte, viagens, lazer em geral?

Não fique demais – Pois é, o papo está bom, a comida ótima, mas não espere o anfitrião começar a bocejar para ir embora.