Vestido de Noiva – ou de Nude?

Foi-se o tempo em que as  opções de vestidos de noiva iam dos  tradicionais , passando por moderninhos curtos até chegar nos de princesa, gótica. Hoje nada menos que uma fatia de 30% dos vestidos são do tipo que deixam muuuuita pele aparecendo. Mas muita mesmo!

Esse tipo de modelo  não é para todas, mas se você for super ousada e quiser  causar no dia do seu casamento – além de ficar quase nua, veja se algum  desses serve de inspiração …

Meio Nua –  vestido de Zuhair Murad, abaixo é o mais “conservador” desta linha, acredite. Repare como apesar de todo transparente, ele parece forrado com tule cor da pele e não revela pele…

The Guardian

Nua, verdadeiramente – abaixo, A Grace Loves Lace, concebeu  o traje de noiva mais “colado” no corpo do mundo. O chamado “vestido nu” cobre completamente o usuário de renda, dando a ilusão de nudez (transparência). Esse macacão Pronovias cobre apenas 6% do corpo, com rendas chantilly e 200 cristais. Claramente não é adequado para um casamento em templos. Pensando bem, bem pouco adequado a tudo pois me parece tremendamente incômodo…

The Guardian

Secretamente Pelada – abaixo um modelo  “smart casual” (um meio termo entre o formal e o informal). Olhando rapidamente, este vestido Houghton, está ok, se não fosse o fato de estarmos vendo perfeitamente seus seios e mamilos.

The Guardian

Comédia Nua – A confecção de tule e seda de Lady Mary Charteris, com um corpete de cetim e um vestido de painel de Pam Hogg, pode até ser mais parecida com os modelos tradicionais não fosse o gosto duvidoso dos desenhos geométricos …

Foto: David / Silverhub / Rex / Shutterstock

Meio Nua – O selo francês On Aura Tout Va foi um ousado neste modelo para noivas “não tradicionais”, com uma saia quase completamente transparente. Ainda que fosse bonito, o modelo  parece ser de um desconforto atroz – sem falar que não inspira ninguém a chegar perto…

Foto: Kristy Sparow / Getty Images

Independente de serem francamente feios, são inadequados – simples assim. O que terá acontecido com os modelos fluidos, cheios de movimento, sobreposicao de macias saias complementados por véus translúcidos? Será que esses estilistas em algum momento se colocam no lugar dessas noivas que passarão de 5 a 12 horas metidas neles? Claramente não. E nem elas percebem no momento da escolha  a tortura que será se cairem nessas armadilhas –  quando certamente será tarde demais…