Nossa Senhora Aparecida, Fé e agradecimento.

 

Sobre um fundo de galhos secos marrons está pendurado um terço com contas de pérolas brancas e pequenas com uma pedra sobre o crucifixo em outro delicadamente trabalhado. O material delicado do terço contrasta com o fundo escuro e rústico dos galhos secos.

Terço em pérolas de Guto Koech

A Fé da qual falo aqui não pertence a nenhuma religião – mas sim, a toda a humanidade. Assim como o Deus de todas as religiões é um Deus atemporal que se fortalece a medida em que crescer cada vez mais dentro de cada um de nós.

Afinal não é precisa frequentar a Igreja assiduamente para ter fé. Assim como tantos que frequentam Igrejas e Templos, muitas vezes mostram-se pequenos e mesquinhos até mesmo com relação a família e/ou amigos que deveriam tratar bem.

No dia em em que se festeja Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, não pretendo ditar regras ou discutir a Fé em profundidade até porque não me sinto capaz de faze-la. Apenas propor uma reflexão, um gesto de humildade e muito agradecimento.

Imagem da Nossa Senhora Aparecida, pintura de Djanira, onde temos no fundo muitas folhas verdes com rosas vermelhas espalhadas ao centro a imagem da santa com seu manto azul com muitos detalhes em amarelo, abaixo vários rostos de anjinhos com asas

Pintura de Djanira