Como fazer para evitar o visual de coitadinha

E, acredite, há alguns itens que acabam por enfatizar esse look sem que você perceba…

Roupa preta puída – ou com bolinhas e pelos. Se quiser usar preto assegure-se de  que não seja “básica” senão pode acabar com aparência “cansada”. E principalmente confira sempre se não está com bolinhas, linhas ou pelo que traduzem desmazelo e pouco caso.

Bolsão – as maxi bolsas perderam espaço para bolsas médias e estruturadas. Nada de bolsas imensas como sacos de couro estufados e, se escolher usar uma dessas, atenção para quem a alça não seja longa a tiracolo – o que pode dar uma impressão de que está carregando um fardo nos ombros…

Sacolinhas plásticas – nem precisa ser as de supermercado… Muita gente improvisa e, em emergências, usa sacolinhas como bolsa auxiliar. Beleza. Se precisar de uma extra, tenha sempre a mão sacolas recicláveis a postos. Pode ser em tecido, material reciclado o que for… Mas as  plástico molinhas e vilãs não rola…

Capinha de celular suja ou maltratada – a gente não percebe mas as capinhas, dependendo do material podem escurecer, amarelar (como o silicone) encardir, riscar…

Sapatos do tipo Chinelo – não estou falando das  “legítimas” – que ganharam o mundo e  continuam alta. Mas chinelos  de tiras que se arrastam, super confortáveis claro, mas não ajudam em nada para um visual bem acabado. Sim, o momento é de descontração e informalidade mas, se a ocasião  é profissional, é bom lembrar que esse tipo de chinelo tem hora e lugar…

Está achando esse papo é fútil e raso?  Pode até ser… Mas, assim como hoje todas as especialistas em moda insistem que óculos escuros grandes e chapéu Panamá conferem um ar de rica e poderosa as mulheres, determinados itens podem sim “enfraquecer” a imagem de qualquer um…

Se não concorda com esses itens, pense em outros mas se ligue e não acredite nesse papo de “total informalidade e desconstrução” da moda…