7 hábitos estranhos da Rainha da Inglaterra

Eis alguns dados interessantes sobre a Rainha Elizabeth II, da Inglaterra. Alguns parecem não ter lógica, já outros, dão um toque ainda mais folclórico à sua imagem.

 

Não viaja sem um suprimento de sangue – esse é obrigatório no caso de qualquer chefe de estado ou membro da realeza em viagens. Há sempre um médico pessoal viajando com a Rainha.

E com ele, um kit de primeiros socorros, um desfibrilador e um suprimento de sangue para para o caso dela precisar de uma transfusão de emergência.

 

A Rainha odeia gelo em forma de cubinhos – ela se incomoda muito com o barulho do gelo no copo. Por isso, as bebidas servidas em sua presença sempre são servidas com gelos em formato de esferas.

Sempre leva um ganchinho na bolsa – na bolsa da rainha você não vai encontrar coisas comuns. O que você sempre vai encontrar é um gancho, para pendurar a bolsa embaixo da mesa.

Não gosta de homens de barba nem de gravata borboleta – seus funcionários costumam estar sempre de barba feita. O único que foge a essa regra é o seu neto, Harry, Duque se Sussex. Ela tentou lutar contra isso, mas perdeu essa. E também não gosta de colete ou gravata borboleta em homens, principalmente as que já vem prontas.

Numera todos os vestidos – isso acontece porque a rainha gosta de manter tudo sempre organizado e porque toda roupa é registrada em uma revista. Como ela gosta de cores fortes e cortes clássicos, é muito fácil confundir qual foi usado quando.

Nunca toma sopa ou come batata – claro que esses pratos são servidos no Palácio de Buckingham, mas nunca quando a rainha está sozinha. Ela não gosta de batata e evita comer carboidratos.

Tem uma amaciadora de sapatos real – uma mulher com o mesmo tamanho de pé usa os sapatos da rainha antes para deixá-los mais confortáveis.

Qual hábito você achou mais inusitado? Consigo entender quase todos, tirando o fato dela não gostar de homens barbados.Mas gosto, já sabemos, não se discute…