Etiqueta sem Frescura Mesa

Smorgasbord: o precursor dos bufês …

image_pdfimage_print

Era apenas uma reunião de amigos ou parentes, antes de iniciar um jantar numa casa Sueca, mas isso se tornou a solução de muitos problemas no mundo gastronômico.

O ápice da gula americana – o bufê à vontade – originou-se de fato como um evento muito mais classista e muito mais europeu. Enquanto enormes quantidades de comida eram comuns durante as festas medievais, os suecos foram os primeiros a formalizar e dar nome a uma refeição tão interminável.

No século 16, tornou-se uma prática sueca comum, antes de uma festa mais substancial para acolher os hóspedes que chegavam com um brännvinsbord , ou seja, uma “mesa de espíritos“. Embora consistia em comidas como pão, manteiga, queijo, carnes curadas e defumados peixe, a estrela do brännvinsbord era a tradicional vodka temperada – conhecida como Brännvin – que era servida. Muitas vezes destilado de batatas ou grãos, Brännvin mais tarde seria juntado na mesa por cerveja, schnapps ou aquavit.

No início do século XVIII, os suecos transformaram o brännvinsbord antes do jantar na refeição em si. Chamando-o de “smörgåsbord“, costumava ser usado para alimentar convidados famintos vindos de longas distâncias. Os cardápio geralmente continham uma mistura de pratos frios e quentes, especializados em iguarias suecas como peixe salgado, ovos, frutas e legumes – provavelmente sem os ovos que geralmente usamos hoje.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

1 Comentário

  • Responder
    Paulo Cesar Schmaedecke
    18/03/2019 as 10:59

    Sou seu fã.

  • Deixe um comentário