Etiqueta sem Frescura

Casa Real da Dinamarca: surpreende com o Place Card!

image_pdfimage_print

Recentemente, durante um de nossos cursos, causou estranheza uma foto da Mesa de jantar da Casa Real da Dinamarca onde sobre as taças de vinho, estava o que parecia ser um cartão de lugar (placement – place card).

Mario Ameni, especialista em realeza (uma vez que já recebeu, pelo Cerimonial do Governo, todas as Rainhas,  Reis , Imperadores e Suas Altezas Príncipes Herdeiros Reais e Imperiais , que visitaram São Paulo (exceto a Rainha Elizabeth II do Reino Unido) resolveu investigar para entender.

Entrou em contato com diversos órgãos da diplomacia dinamarquesa, Ministério das Relações Exteriores em diversas instâncias e finalmente junto a membros da Casa Real da Dinamarca: correspondeu-se com o Secretário Privado dos Serviços , com a Chefe do Cerimonial, com o Lord Chamberlain Kurt Bache e finalmente com o Head Keeper of the Place” que seria em tradução literal o “Chefe do Plano de Mesa.”

Lord Chamberlain Kurt Bache conversando com Claudia Matarazzo em almoço do Príncipe Joaquim da Dinamarca , com o Chef Alex Atala.

A resposta: “trata-se de uma tradição Dinamarquesa e lá eles fazem assim. Alguns alegaram que não havia regras para esse tipo de montagem e outros justificaram que não estavam habilitados para responder a esse questionamento. Outros diplomatas dinamarqueses alegaram que se tratava de um procedimento da Casa Real e não do Governo Dinamarquês”.

Queen Margrethe of Denmark Denmark on January 24, 2017. Photo by Stefan Lindblom/Stella Pictures/ABACAPRESS.COM | 579601_012 Copenhague Copenhagen Danemark Denmark

Não ficamos convencidos e consultamos alguns colegas europeus , nobres e ex-chefes de Cerimoniais de Casas Reais Europeias, isso entre outros e ninguém nunca havia notado tal disposição de cartões a mesa . Recorreu-se então também aos amigos diplomatas como Embaixador Renato Mosca, que hoje está na Eslovênia e Paulo Roberto Ribeiro Guimarães, Ministro Conselheiro da Embaixada do Brasil em Copenhagen,  que obteve junto ao Gabinete dos Serviços da Casa Real da Dinamarca a mesma resposta.

Insistindo novamente com a Casa Real, Mário recebeu a resposta oficial em nome da Casa Real da Dinamarca – resposta: “fazemos assim quando há muitas pessoas em banquetes com mais de 100 pessoas. Pois o cartão colocado em plano mais elevado (no caso a taça de vinho)  facilita e agiliza na hora de sentar a mesa”.

Até que fez sentido. Mas, hoje, quando o mundo está muito mais atento para possíveis contaminações por contato, parece-me no mínimo arriscado (e de mau gosto mesmo) esse tipo de disposição.

Ora, em jantares formais ou mesmo refeições comerciais com lugares marcados, uma alternativa é escolher cartões duplos maiores e aumentar a letra sempre escritos a mão e em letra de forma para permitir melhor leitura. E uma caneta hidrográfica com ponta mais grossa.

Queen Margrethe and President Gudni Thorlacius, to left Prince Henrik  in Copenhagen, Denmark on January 24, 2017. Photo by Stefan Lindblom/Stella Pictures/ABACAPRESS.COM | 579601_013 Copenhague Copenhagen Danemark Denmark

O convidado dessa forma nem precisa se abaixar: bate o olho e enxerga o nome.

É claro que em casa podemos variar e inventar outras maneiras em nossa pesquisa sobre jantares oficiais e banquetes em diversas Casas Reais Europeias, e Sedes de Governo pelo mundo, notamos que o cartão de lugar é colocado sobre a mesa junto aos talheres de sobremesa. Há quem coloque ligeiramente `a direita mas convém não inventar demais…

Em tempo: ao escrever a identificação usa-se sempre o nome e sobrenome, nunca fazemos referência ao cargo.  Quem senta a mesa é a pessoa e não o cargo que ela ocupa – que inclusive é transitório.

Existem várias publicações do início do século onde mencionam o uso do cartão de lugar à mesa, junto aos talheres de sobremesa sobre a mesa . Além de muitos outros :

Etiquette – Emily Post – 1922

Debrett’s – Debrett’s New Guide to Etiquette and Modern Manners:

United States Protocol: The Guide to Official Diplomatic Etiquette – Por Mary Mel Ambassador French

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Sem comentários

Deixe um comentário