Como fazer um mini wedding, casar e arrasar!

O que caracteriza esse estilo de cerimonia é o fato de ser um casamento mais intimista, aconchegante e com muita proximidade entre os noivos e convidados (até 100).

Mesmo com o tamanho reduzido, um mini wedding, tendência mundial há já alguns anos, exige diversos cuidados na preparação e organização.

Veja algumas dicas, caso seja essa a sua escolha:

Lugar – clima intimista, com toque caseiro mesmo. Pode ser realizado em locais menores e/ou  com significado especial. Para casais que não querem ter muito trabalho, um bistrô ou restaurante charmoso unem o útil ao agradável. Com clima descontraído, uma pousada na praia ou um sítio criam uma vibe romântica.

Lista de convidados – família e os amigos mais próximos. Não fiquem constrangidos ao deixar de convidar o crush da amiga. No convite, fale para os seus convidados não levarem acompanhantes fora da sua lista

Os convites personalizados é muito legal. Já que a quantidade é reduzida, podem acrescentar detalhes exclusivos para cada convidado.

O vestido da noiva, e trajes em geral- a noiva pode usar vestidos menos tradicionais e clássicos. O mesmo princípio vale para o noivo e convidados. Tecidos mais fluidos, cores mais claras – vale tudo para suavizar o visual e trazer a sensação de conforto e acolhimento.

Decoração – conte a história do casal por meio de fotos e de objetos decorativos sentimentais. Invista em flores e numa boa iluminação – trazendo um ar romântico descolado – mas ainda chique para a cerimônia. Monte uma linda mesa comunitária (que tal usar itens de louça ou prataria que pertenceram a sua avó ou al alguém muito querido?).  Arranjos florais singelos com flores do campo ajudam a garantir o clima de evento familiar.

Comida e bebidas – porções individuais são escolhas apropriadas. Bufês temáticos também funcionam. No que diz respeito as bebidas, procure servir um leque amplo de bebidas e drinques.

A mesa de bolos – pequenos exemplares com visuais e sabores variados, dispostos entre os docinhos e a decoração. Claro que se quiser o tradicional, não tem problema, afinal, um bolo branco de andares enfeitado com flores de açúcar e um bom espumante nunca saem de moda!

Fotos e vídeo – as imagens  feitas pelos convidados garantem descontração e diferentes ângulos para uma mesma cena, mas não dispense o olhar treinado de bons profissionais.

Música – depende do estilo dos noivos e do ambiente do evento. Casais animados podem optar por uma pequena banda ou pela contratação de um DJ com playlist previamente selecionada por eles. Para noivos mais tradicionais, a fórmula voz e violão ou um trio de músicos de jazz são opções interessantes.

Lembrancinhas – significativas e personalizadas. Como é para menos gente, fica mais fácil fazer isso e envolver todos os convidados nesse momento tão especial.

Pessoalmente, amo exclusividade e menos exposição . E vocês o que preferem: um Mini Wedding ou aqueles casamentos grandes e tradicionais?