Como fazer o ” Novo Receber Bem”

Seja em casa e na empresa: será preciso levar em conta a informação ao cliente ou convidado.

 

Área de estacionamento – tem vaga? O carro será entregue ao manobrista? Se sim, o manobrista tem que estar treinado para demonstrar que cuidados estão sendo tomados …

Convite – no caso de eventos sociais – interessante fazer o convite por voz; num telefonema ou em áudio. Assim é possível explicar quantas pessoas serão, que cuidados serão tomados e até mesmo sugerir que a pessoa traga um calçado extra, ou a sua “pantufinha de festa” uma vez que é aconselhável no caso de mais pessoas deixar os calçados a porta…

Assim o convidado estará preparado para isso – e outras eventualidades. E aflições…também terá a chance de perguntar, tirar dúvidas e deixar claras a suas aflições…

A chegada – logo na entrada, ideal ter uma sapateira ou local para que o convidado deixe seus sapatos.

Proteção – aos desavisados – ou os que não querem tirar os sapatos ofereça um Pró Pé – pode até ser em uma bandejinha, e se quiser fazer charme, personalizar…

É uma forma de mostrar ao convidado que você se preocupa com a segurança – e que ele deveria fazer o mesmo …

Convidado x Anfitrião – na Etiqueta Preventiva a regra de agradar sempre ao convidado se flexibiliza em favor do anfitrião: é ele quem está abrindo sua casa – portanto, mais que nunca as regras da casa tem que ser seguidas…

COVID-19. (AP Photo/Petr David Josek)pand

Máscaras – quando tirar? Tanto em ambientes sociais quanto empresariais é importante um sinal de quem está recebendo, no sentido de perguntar se a pessoa quer continuar com a máscara – deixando claro que ele não se incomoda (ou se incomoda e prefere que continue)…

Isso vai depender do número de convidados/pessoas no recinto, da distância, e sempre, sempre mesmo é interessante chegar de máscara e permanecer com ela.

Máscaras descartáveis – será muito importante e de bom tom ter sempre a mão um estoque de máscaras descartáveis (ou não, mas embaladas e novas) para oferecer a quem precise – ou porventura precisou tirar a dele. Deixe-as a vista e a mão em um recipiente charmoso.

Presentes e Mimos – no caso de chegar com flores ou qualquer pacote – o ideal é o anfitrião indicar onde vai colocar e acompanhar o convidado com o pacote – explicando que vai abrir com calma etc.  Nesse caso, inverte-se a regra de abrir na mesma hora.

Se 10 pessoas chegarem da rua com pacotes – devemos dar ao anfitrião a chance de abrir a sua maneira, higienizando de acordo com seu tempo e com calma.

Os tempos mudaram e temos que nos adaptar se quisermos continuar saudáveis. Mas pra dizer a verdade, muito disso, já fazemos desde o início da pandemia – e hoje que virou uma  rotina mais trabalhosa sim, mas segura.