Etiqueta sem Frescura

Armadilhas à mesa!

Uma cesta cheia de tangerina e ao lado sobre a mesa, uma tangerina aberta em gomos.
image_pdfimage_print

atriz Julia Roberts comendo macarrão numa cena de um filme. Ela tenta engolir uma grande quantidade de macarrão.

É isso aí. Nem a linda Julia Roberts resiste a uma imagem dessas…

E é perfeitamente possível desfrutar de todas as delícias apresentadas, sem, literalmente, pisar no tomate. Por falar nisso, vamos começar por eles.

pote plástico com tomates cerejas e alguns estão soltos sobre a bancada. Tomate cereja – por serem pequenos, é possível come-los inteiros. Mas acertar a pontaria para espetá-los é um verdadeiro desafio!

O jeito é mirar no centro , tomar coragem e: paf! Tratá-los com firmeza e decisão rezando para que não escapem prato afora durante a manobra.

 

empadinha portuguesa, tres juntas numa bandejaEmpadinhas – servidas em coquetéis, elas podem complicar nossa vida. As menores podem ser levadas a boca inteiras, o que é impossível com as médias e grandes. Portanto, pegue sempre a empadinha com um guardanapo ou, se tiver, um pratinho para aparar as migalhas que, com certeza cairão.

O segredo ao morder uma empada ou qualquer canapé de massa folhada (que também esfarela terrivelmente) é estar preparado para isso. Homens barbudos, devem triplicar a atenção: não há nada que cause uma impressão mais desleixada do que migalhas penduradas nos pelos da barba…

pratinho sobre a mesa, com diversos tipos de azeitonas, sem caroços, ao lado um salame cortado e do outro lado pedaços de queijos cortados.Azeitonas – só pegue se tiver um cinzeiro à vista.

Se estiver sentado a mesa, o caroço pode ser delicadamente pousado no canto do próprio prato. Mas, depois de duas ou três azeitonas, a visão daqueles caroços mastigados é lamentável…
Pessoalmente, sou fã dos descascadores de azeitonas.

Espinhas de peixe – não tem jeito: se já estiver na boca pegue-as discretamente com os dedos e deixe-as em um canto do prato.

Mangas – há quem diga que só tem graça chupar manga no pé, lambuzando braços e rosto. Eu hein?

Basta servi-las já fatiadas que o prazer também é enorme.

Para quem insiste em comer manga com as mãos à mesa, existe um espetinho específico para isso, que é enterrado bem no meio de seu caroço permitindo-nos chupá-la até o fim do suco. Mas, embora gostoso de fazer, certamente não é uma visão elegante…

Uma cesta cheia de tangerina e ao lado sobre a mesa, uma tangerina aberta em gomos.

Mexerica – ficam lindas e fáceis de comer quando servidas já descascadas. Por que não facilitar a vida?

 

 

Milho – os espetinhos para segurar a espiga são vendidos em qualquer supermercado.

Presidente George W. Bush comendo uma espiga de milho, com as duas mãos, faz um semblante de dificuldade ao comer. usa relógio no braço esquerdo e uma camisa social azul clara.

 

Uma mulher linda, em foto frontal do rosto, tem em sua boca uma enorme folha de alface comum. Ela sorri , pela situação.Alface americana – é mais difícil de dobrar do que a alface comum. Portanto pode cortá-la pelo menos em dois sem problemas.

Alface comum – deve ser dobrada pelo menos duas vezes para ser levada a boca. Não por frescura, mas simplesmente porque ao fazer isso garantimos que a folha não caia no meio do caminho a boca, lambuzando o rosto…

Atriz Marilyn Monroe, numa mesa de jantar, tenta comer macarrão usando garfo e colher, ao seu lado um homem de terno escuro está olhando para o gesto dela. Na mesa além dos pratos , tem uma taça com água e outra com vinho tinto. Ela usa um vestido claro, preso no pescoço e sem mangas.Macarrão – mais especificamente o espaguete. Come-se com a ajuda da colher ou não? Com faca?

Nem pense em cortar o espaguete com faca para facilitar – é quase um sacrilégio junto a quem entende de massa. Marilyn Monroe, podia fazer isso – e até coisa pior, mas nós mortais não…

Sem colher e sem faca! Vamos aprender a enrolar sem medo: apoie o garfo na perpendicular e puxe para a beirada do prato poucos fios – não mais que meia dúzia. enrole delicadamente e, quando perceber que dá para levara a boca faça isso de uma vez.

Se sobrar um fio, morda decididamente – nada de chupar : nunca dá certo além de sujar a boca e rosto com o molho.

Complicado? Nem tanto. Mas, para evitar transtorno, treine em casa e, nos restaurantes, peça outras massas: penne, nhoque, agnolotti…

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

5 Comentários

  • Responder
    Themis Abud
    19/03/2015 as 10:07

    Ótimas dicas!! Não tem coisa mais chata que fiapo de manga nos dentes, então, nada melhor que venham cortadas à mesa. 🙂

    beijos a toda equipe

    • Claudia Matarazzo
      Responder
      Claudia Matarazzo
      03/04/2015 as 00:00

      Legal Themis! A gente nunca sabe como essas dicas são recebidas – que bom que gostou! Beijos e boa Páscoa!

  • Responder
    Rosiane Catarino
    18/07/2016 as 10:56

    Ótimas dicas!👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    • Claudia Matarazzo
      Responder
      Claudia Matarazzo
      24/07/2016 as 09:48

      Oba Rosiane! Que bom que gostou! Prometo mais pra frente uma parte 2 das armadilhas.
      Beijão

  • Responder
    Wander Junnior
    26/07/2016 as 00:01

    Sempre-mestra Cláudia Matarazzo…
    Seus posts são claros, objetivos e adequados. Obrigado pelos esclarecimentos com tamanha prioridade.
    Já li e ouvi falar que a origem do guardanapo duplo é para deixar um deles para o batom das mulheres para não manchar os guardanapos principais, sempre muito alvos, de boca. Por isso, sempre coloridos ou estampados. Num placement, devem ser colocados apenas nos lugares das mulheres e recolhidos pelo garçon durante o serviço. Tem verdade nisso ?
    Forte e querido abraço.

  • Deixe uma resposta para Wander Junnior Cancelar resposta