Noivos: dá pra sorrir para a foto do dia seguinte?

 

Moça sem roupa apenas com o véu de noiva sentada nua sobre a cama. O rosto está escondido e pela janela do quarto entra uma luminosidade que infere que está no início da manhã. O cenário é de intimidade e paz.

Invasão na Lua de mel – é isso aí. Vocês vão dormir com aquele cansaço gostoso do agito e da emoção da véspera, mas, vão ter hora para acordar. E vão se lembrar da manhã seguinte, não como o início de sonho de uma nova vida mas com a imagem de um começo de dia agitado, com muito trabalho, produção de visual, bocas e salto – nem que seja aquele do chinelinho de quarto, na suíte de um super hotel.

Suíte Nupcial sem glamour – ainda que você esteja em uma super mega suíte nupcial blaster, não vai dar para aproveitar a dois todo aquele conforto. Pois,  no momento em que resolver abri-la para a equipe de fotografia vai ter que lidar com a burocracia de avisar recepçãoo do hotel, passar nomes da equipe e preparar o espaço.

Marcas da Paixão – sim! Infelizmente vocês vão ter que recolher as marcas da paixão da noite anterior .Nada de roupas espalhadas pelo chão ou pelos móveis. Alise os lençóis, retoque o batom, implore para o noivo dar um jeito no cabelo e fazer a barba logo cedo – ufa!, E você que achou que ia curtir um pouquinho de paz e intimidade… – Porque mesmo concordou com esse lance de foto do dia seguinte?!

Equipe de Produção – se você está pensando que a equipe de produção do fotógrafo contratado vai cuidar de tudo, se prepare; você terá pelo menos mais duas pessoas além do fotografo e do assistente invadindo seu quarto – ou seja, pelo menos 4 criaturas serão testemunhas do seu primeiro dia de casados…

Sem saída – quem disse? Ok, você já está pensando que a alternativa original era bem melhor, certo? Afinal, o que há de errado mesmo em cair nos braços do seu amor – ambos exaustos e alegres de paixão e brindes, fazer amor sem pressa e dormir sem perceber?

Depois acordar com preguiça e tesão, se entregar a mais uma sessão de carinho e, sabendo que ninguém vai chegar ( e que essa é só a primeira de muitas manhãs preguiçosas), cochilar saciados até beeeem mais tarde…

Café com Champanhe – aí, pedir um café da manhã com tudo o que se tem direito inclusive o melhor champanhe, pois você vai querer brindar a vida, o amor e aquela suíte maravilhosa com seu novo/a companheiro/a de vida – e na hora em que lhes der na telha.

Pois é! O fato de estar junto com seu amor, nesse dia e num cenário assim é uma sensação que ficará gravada em sua memória para sempre, inesquecível: e dispensa qualquer foto, vídeo ou postagem.

Mulher de costas nua, com longos cabelos negros cascateando pelas costas. Usa apenas um véu leve e curto preso por um adereço de prata e pérolas.




7 hábitos estranhos da Rainha da Inglaterra

Eis alguns dados interessantes sobre a Rainha Elizabeth II, da Inglaterra. Alguns parecem não ter lógica, já outros, dão um toque ainda mais folclórico à sua imagem.

 

Não viaja sem um suprimento de sangue – esse é obrigatório no caso de qualquer chefe de estado ou membro da realeza em viagens. Há sempre um médico pessoal viajando com a Rainha.

E com ele, um kit de primeiros socorros, um desfibrilador e um suprimento de sangue para para o caso dela precisar de uma transfusão de emergência.

 

A Rainha odeia gelo em forma de cubinhos – ela se incomoda muito com o barulho do gelo no copo. Por isso, as bebidas servidas em sua presença sempre são servidas com gelos em formato de esferas.

Sempre leva um ganchinho na bolsa – na bolsa da rainha você não vai encontrar coisas comuns. O que você sempre vai encontrar é um gancho, para pendurar a bolsa embaixo da mesa.

Não gosta de homens de barba nem de gravata borboleta – seus funcionários costumam estar sempre de barba feita. O único que foge a essa regra é o seu neto, Harry, Duque se Sussex. Ela tentou lutar contra isso, mas perdeu essa. E também não gosta de colete ou gravata borboleta em homens, principalmente as que já vem prontas.

Numera todos os vestidos – isso acontece porque a rainha gosta de manter tudo sempre organizado e porque toda roupa é registrada em uma revista. Como ela gosta de cores fortes e cortes clássicos, é muito fácil confundir qual foi usado quando.

Nunca toma sopa ou come batata – claro que esses pratos são servidos no Palácio de Buckingham, mas nunca quando a rainha está sozinha. Ela não gosta de batata e evita comer carboidratos.

Tem uma amaciadora de sapatos real – uma mulher com o mesmo tamanho de pé usa os sapatos da rainha antes para deixá-los mais confortáveis.

Qual hábito você achou mais inusitado? Consigo entender quase todos, tirando o fato dela não gostar de homens barbados.Mas gosto, já sabemos, não se discute…

 

 

 

 




Coisas não óbvias que podem refletir em sua entrevista de emprego

Se você souber quais são, será mais fácil deixar uma impressão melhor e, assim, aumentar suas chances de conseguir a vaga.

O clima no dia da sua entrevista – lembre-se que isso influencia tanto a nós mesmos quanto os entrevistadores. Há pessoas cujo estado emocional é mais afetado pelo tempo. Então, se não foi possível agendar a conversa em um dia de tempo bom, é preciso estar atento e se vestir com cores mais leves e alegres… Não é garantia de bons resultados, mas ajuda.

E qual cor ideal? – é sempre aconselhável ir a entrevista vestindo roupas com cores mais sóbrias e neutras, como o preto, o azul marinho ou marrom.  Mas, branco, off white e beges em peças como camisas e blusas deixam o visual mais leve. Evite peças cor de laranja, vermelhas, rosa choque ou tons muito chamativos. Deixe a criatividade para depois de ser contratado.

 

A hora que você chega para a entrevista – chegar cedo é sempre bom. Mas chegar cedo demais pode ter o efeito contrário pois o entrevistador pode entender que você está muito nervoso ou, pior, se estiver em um dia mais ocupado pode sentir a pressão e descontar em você… O ideal é chegar de 10 a 15 minutos antes da entrevista.

A sua posição na “espera” – Se houver uma fila de espera, procure não ser o primeiro. Por outro lado, não é bom ser o último da fila. O ideal é estar do meio para o início da lista.

Aceite se te oferecem alguma bebida – se a empresa possui um serviço de copeiro ou de garçons, pega bem aceitar. Agora, no caso de o próprio entrevistador ter de fazer o chá ou o café, pode tomar minutos preciosos da entrevista. Aceite água e mantenha o foco dele/a em você.

Postura durante a conversa – as palmas das mãos abertas demonstra que você é uma pessoa sincera. Não esconda as mãos do entrevistador mas também não cruze os braços na região do peito, pois transmite a mensagem de que está em posição defensiva e pega mal.

São pequenos detalhes mas que, no conjunto podem transmitir uma sensação diferente para quem está te conhecendo naquele momento. Isso, aliado a um sorriso simpático, tranquilidade e transparência certamente agregam muito ao preparo técnico – esse sim, indispensável.

 




Como fazer para deletar pessoas indesejáveis

vassoura manual em escovas amarelas sobre um assoalho de madeira, ao lado um controle remoto .

Ora, nunca havia pensado em pessoas como deletáveis. Mas adorei a ideia. Até porque, deletar é bem mais definitivo do que esquecer, afastar, romper.

Esquecer, implica que um dia podemos lembrar delas. Afastar que talvez elas se reaproximem e romper que – Deus nos livre – eventualmente haja uma volta.

Já deletar – que delícia – implica em não poder restaurar nada. Mandar para além da nuvem – literal e virtualmente falando!

Mas, justamente para não cometer injustiças com as multidões de gente bacana, refleti que talvez fosse necessário um critério para saber quem merecia de fato que apertássemos essa tecla tão salutar.

seres estranhos, androgenos, com o homem aranha com sua máscara características. Todos mascarados.

E fiz uma lista para facilitar a vida de quem acaso tenha gostado e queira aderir a prática! Pense na pessoa em questão e tente responder as seguintes perguntas:

1 Ela dá notícias ? – se nunca não dá notícias e é sempre você quem procura saber como está – não merece fazer parte do seu círculo – pode deletar.

2 Você gosta quando ela dá notícias? – ou manda mensagens ou mesmo liga? – se sim, maravilha. Se parou pra pensar, sinal amarelo: talvez valha a pena deletar.

 3 Você gosta quando ela vem te visitar? – essa é fundamental. E fácil de responder.

4 Você gosta de ir a casa dela? – se ultimamente ela não te convidou para ir a casa dela, pense se vale a pena continuar cultivar essa amizade. Talvez não seja o caso de deletar, mas, puxe o freio…

5 Ela sabe ouvir ? – ou você nem lembra da última vez que conversou algo realmente importante com ela e pediu sua opinião?

6 Ela agrega diversão a sua vida? – pode parecer bobagem, mas precisamos de amigos que nos façam rir e ver o lado engraçado das pequenas contrariedades do cotidiano…

 7 Ela te ensina ou já te ensinou algo que valeu a pena? – aqui vale tudo: desde jogar baralho, jardinagem, mexer no computador, dançar, cozinhar, interpretar notícias…

8 Ela agrega algum conforto material? – sabe aquela pessoa que sempre te traz um mimo, te dá uma boa ideia, te presenteia com uma bobagem que você nunca havia pensado em comprar mas que fez diferença na sua vida? Elas existem e se tiver ao menos uma assim em sua vida, não delete…

9 Ela agrega qualquer tipo de sensação ou sentimento bom? se sim, tá valendo – ainda que você veja raramente…

A lista é grande, e você pode fazer a sua com qualidades que sejam importantes para você.

Mas, se você respondeu que não a todas essas perguntas, há uma enorme chance de que a pessoa em quem você está pensando seja perfeitamente deletável.

Já, se respondeu que sim a pelo menos duas, segure a onda: pois ninguém tem todas as qualidades juntas e bastam apenas duas ou três respostas afirmativas para fazer dessa pessoa alguém que valha a pena.

Deletar_pessoas_claudia_matarazzo




6 Casos em que o príncipe Harry e Meghan Markle quebraram as regras da família real

Sem sutiã em eventos formais – em sua primeira aparição como duquesa, Markle escolheu um vestido nude e um chapéu para combinar com a roupa. Tudo teria ficado muito bem, se não fosse pela ausência do sutiã, que não passou despercebida pela imprensa. De acordo com as regras reais – não verbalizadas – as mulheres da família real não devem comparecer a eventos oficiais sem esse acessório.

Harry e Meghan não escondem seus sentimentos em público – abraços e beijos durante aparições públicas, em casal, não são incentivados nos círculos reais, mas o duque e a duquesa de Sussex não veem nada de repreensível nisso.

Meghan Markle não usa meia-calça – meia-calça é um elemento indispensável para os membros da família real durante passeios. E a rainha Elizabeth II exige que essa regra do código de vestuário seja seguida rigorosamente, independentemente das condições climáticas. Mas Markle apareceu repetidamente em público, não apenas sem meia-calça, mas também de sandália, o que, aliás, é mais um tabu…

Príncipe Harry e Meghan Markle tiraram os sapatos na praia – em visita à Austrália em outubro de 2018, o duque e a duquesa de Sussex visitaram a famosa Sydney Bondi Beach. Príncipe Harry e Meghan Markle tiraram os sapatos e andaram descalços pela areia branca, contradizendo a etiqueta real. Detalhe: essa proibição se aplica às mulheres…

Meghan Markle anda à frente do príncipe Harry – De acordo com o protocolo real, o membro da família real cujo status é inferior deve sempre andar mais atrás. Markle muitas vezes andou à frente do príncipe Harry em eventos públicos.

O duque e a duquesa de Sussex parabenizaram o príncipe George de forma inadequada – a forma como Harry e Meghan parabenizaram o sobrinho George foram consideradas, por muitos, bastante informais. Além de não dedicarem um post separado em seu próprio perfil, eles também esqueceram de mencionar o título completo do futuro rei – que pode ser considerado pouco caso, uma vez que trata-se do herdeiro da Coroa…

Eu não conseguiria estar na pele deles. São muitas regras! Mas qual a sua opinião? Isso é um desrespeito aos monarcas ou apenas que eles podem ser pessoas normais? Comentem!