Conheça os benefícios do chá verde e como preparar o copo perfeito

 

O chá verde é uma das variedades mais populares no mundo, 1,7 toneladas de chá verde fabricadas a cada ano). As folhas de Camellia sinensis não podem murchar, fermentar e oxidar como o chá preto. É usado há séculos na medicina tradicional indiana e chinesa (sua origem) por conta da sua variedade de benefícios

Graças à pequena quantidade de cafeína que contém, o chá verde, proporciona o  impulso crucial para levá-lo a terminar o dia e além disso funciona para acalmar os sentidos…Veja aqui apenas alguns dos benefícios do chá verde.

Coração – as catequinas do chá verde tem propriedades anti-inflamatórias, que eliminam os radicais livres e previnem o estresse oxidativo. Diminui a inflamação nos vasos sanguíneos e artérias, reduzindo a pressão arterial e baixando o risco de doença cardiovascular.

Perda de peso – o extrato do chá contém o aminoácido L-theanine, que ajuda a retardar a absorção de cafeína. Isso resulta em picos de energia mais duradouros que maximizam seus treinos. Suplementos de chá verde são muito populares e podem ajudar a manter o peso corporal.

Substitua já! – o chá verde é um substituto saudável para outras bebidas e alimentos ricos em calorias. Trocar refrigerante ou lanche para uma xícara de chá verde, ajudar a perda de peso, reduzindo o número de calorias.

Visão – as catequinas do chá verde podem ajudar contra o glaucoma e outras doenças oculares. A luteína e a zeaxantina, protegem os tecidos delicados dos danos celulares e a catequinas são absorvidas pelo tecido do olho e recrutadas para combater problemas que levam à deficiência visual ou até mesmo à cegueira.

Câncer – há evidências que mostram que pessoas que bebem chá verde são menos propensas a morrer de câncer (mais mama e próstata). Os pesquisadores apontam para a presença do antioxidante galato de epigalocatequina ou EGCG.

Memória – o chá verde pode colocar seu cérebro em menor risco de Alzheimer e a doença de Parkinson.

Controle do açúcar no sangue –  manter o nível de açúcar no sangue em um nível razoável pode ser difícil. O chá verde ajuda o sangue a controlar as cargas glicêmicas e a gerenciar os níveis de açúcar no sangue. A curto prazo, níveis de energia mais constantes. A longo prazo, previne o diabetes. 

Preparação de Chá Verde

Para Preparar – o chá verde não pode ser aquecido a mais de 90ºC, e isso acontecer, você terá um chá horrivelmente amargo (seja em saquinhos ou folhas). Ferva a água, retire do fogo e deixe descansar 60 segundos. Isso ajudar a água a atingir a temperatura ideal para o chá verde, que é 70ºC a 85ºC.

 Agora é só relaxar e aproveitar seu chá e os vários benefícios!




Chá da Tarde e Tableware & Décor em São Paulo

A Casa do Anfitrião abre as suas portas para receber Claudia Matarazzo e Fabiane Calvo para um dia de muita história, tradições e prática na montagem de mesa de chá e de refeições tudo com muita elegância e bom gosto.

0




O Chá Inglês, quem diria, chegou com uma Rainha Portuguesa – veja como!

Chá é algo tão inglês! Será? Voltamos até 1662, Catarina de Bragança (filha do rei português João IV) se casa com o rei inglês Charles II com um enorme dote – dinheiro, temperos, tesouros e os portos de Tânger e Mumbai. Se tornando rainha da Inglaterra, Escócia e Irlanda.

Dizem que quando se encontrou com Charles II, tinha na bagagem folhas de chá e talvez, faziam parte do dote.

Quando chegou à Inglaterra, o chá era usado apenas como remédio. Mas, beber fazia parte de sua rotina e ela manteve isso, tornando uma bebida social, e, influenciando mulheres que queriam fazer parte de seu círculo.

Na verdade, o chá já existia na Inglaterra antes de sua chagada, só não era popular e o custo era alto. O país não tinha comércio direto com a China, os da Índia não estava disponível e as quantidades importadas pelos holandeses, com alta margem de lucro.

Até o chá chegar através dos holandeses, os ingleses não sabiam nada sobre ele. Nada de colheres de açúcar, nada de xícaras, nada de chaleira. Adivinham o que fizeram? Copiaram o ritual inteiro da China. Importando pequenas xícaras de chá, pires, pratos para o açúcar, bules pequenos.

Portugal teve seu papel na popularização do chá, era uma das rotas de onde a porcelana chegava até a Europa. Tão valorizada, a porcelana provavelmente também fez parte do dote de Catarina

Os pobres usavam produtos de barro e tudo que era caro tinha a ver com a aristocracia. Mais tarde, o chá se transformou em uma bebida mais acessível.

Hoje, em Londres, podemos experimentar a pompa aristocrática em serviços de chá da tarde em hotéis de luxo, como o Hotel Ritz, Claridge’s e o Langham Palm Court.

Você pode achar eventos chiques de chá em Portugal também, mas a ligação com a rainha Catarina não é muito conhecida. O gerente Mario Custório, do Tivoli Palácio de Seteais, na cidade de Sintra, está tentando mudar isso. Ele está prestes a lançar um chá da tarde especial com o tema Catarina, em outubro.

O serviço diário de chá (somente para hóspedes), vai mostrar aspectos da conexão portuguesa a essa tradição. Custódio só espera que, ao se misturar com os visitantes durante o chá temático e dar-lhes um pequeno livro de presente – com códigos de resposta rápida para mais fotos, fatos históricos e histórias divertidas – ele estará ajudando a compartilhar um pouco de cultura e cor de seu país e reforçar a longo prazo a influência de uma rainha pouco conhecida.

Billie Cohen BBC News




Como fazer seu Vale Refeição render em tempos de crise

 

 

 

 

Assisti na querida Ana Maria Braga uma reportagem ótima sobre isso e resolvi compartilhar: afinal, coisa  boa a gente espalha certo?

A primeira coisa que você precisa descobrir, é o seu perfil: se for do tipo que  gosta  de comer muito, prefira restaurantes estilo PF (prato feito). Nesses lugares o prato é bem servido e por um preço fixo. Já sabemos quanto vamos gastar, e dá para controlar melhor.

Já, aqueles que comem moderadamente devem dar preferência aos restaurantes por Kilo.

Partindo do pressuposto que a pessoa receba, por exemplo R$500,00 de Vale Refeição por mês, tente colocar como meta usar somente 70% em restaurante e os 30% restantes em supermercado. Acredite, vai fazer diferença..

Olhe antes – de uma volta pelo bufe antes – e veja o que é oferecido, para não se servir de comida que, de repente nem vai dar conta de comer.

Comece pela salada – sendo leve, além de nutrir e saciar a fome, fará com que se sirva de menos na hora dos pratos quentes. E não vale ter preguiça: é para se servir duas vezes mesmo. A vontade é bem menor na segunda vez e a balança pesa e cobra menos…

Dicas importantes: existem restaurante que fazem promoção fora dos horários de pico, se você conseguir ir nesses horários, melhor ainda.

Proibido pegar: sobremesa, refrigerante e cafezinho. Custa muito e você pode levar  de casa um “chocolatinho”, um docinho do supermercado, uma fruta… Já o café você pode tomar na volta ao seu trabalho.

Na reportagem, a pessoa que conseguia fazer isso, ainda  conseguia ir a um restaurante mais bacana uma vez por semana. Sem falar na economia!

Amei essas dicas, e em tempos de crise e economia mais apertada acho que não custa tentar e exercitar !




Como fazer uma festa ecológica – e econômica

 Evite louça descartável, investindo em um conjunto extra de pratos e talheres de uma dessas lojas de segunda mão. Foto: Peter Huggins / Alamy

Amo festas! Qualquer motivo é motivo pra comemorar…EU gosto mais quando elas acontecem durante os meses de primavera e verão. Sob o sol quente com bebidas geladas e conversas… as festas rapidamente se espalham para os piscinas e quintais. Vou mostrar como é fácil e simples montar uma festa assim, “ecologicamente correta”.

CONVITE

É só criar um evento no Facebook ou enviar um simples e-mail. Os convites virtuais também nos permitem acompanhar os RSVPs (amigos, respondam, ajuda muito rsrs), interagir com convidados e fornecer informações clicáveis ​​sobre o evento.

LOCAL

Procure um espaço ao ar livre, como um parque, clube ou mesmo um quintal, e aproveite o espaço para botar a diversão ecológica em prática. Além disso, uma festa a luz do dia reduz o consumo de energia elétrica.

DECORAÇÃO

Deixe a criatividade rolar, utilizando todo tipo de material ecológico e reciclável.

O QUE COMER?

Algumas opções são os espetinhos de frutas e os petiscos de legumes frescos com opções variadas de molhos. Outra boa pedida é substituir os refrigerantes por sucos e smoothies. Use “suqueiras” com torneirinhas, que, além de práticas, dão um charme a mais.

DESCARTÁVEIS

Esqueça os descartáveis! Use utensílios tradicionais de louça, que além de ecológicos são muito mais elegantes. “Mas eu tenho crianças!!”, ok, use acrílico, por ser mais resistentes, podem ser lavados e aproveitados em outras ocasiões.

E a, gostaram dessas dicas? i