Como fazer uma festa ecológica – e econômica

 Evite louça descartável, investindo em um conjunto extra de pratos e talheres de uma dessas lojas de segunda mão. Foto: Peter Huggins / Alamy

Amo festas! Qualquer motivo é motivo pra comemorar…EU gosto mais quando elas acontecem durante os meses de primavera e verão. Sob o sol quente com bebidas geladas e conversas… as festas rapidamente se espalham para os piscinas e quintais. Vou mostrar como é fácil e simples montar uma festa assim, “ecologicamente correta”.

CONVITE

É só criar um evento no Facebook ou enviar um simples e-mail. Os convites virtuais também nos permitem acompanhar os RSVPs (amigos, respondam, ajuda muito rsrs), interagir com convidados e fornecer informações clicáveis ​​sobre o evento.

LOCAL

Procure um espaço ao ar livre, como um parque, clube ou mesmo um quintal, e aproveite o espaço para botar a diversão ecológica em prática. Além disso, uma festa a luz do dia reduz o consumo de energia elétrica.

DECORAÇÃO

Deixe a criatividade rolar, utilizando todo tipo de material ecológico e reciclável.

O QUE COMER?

Algumas opções são os espetinhos de frutas e os petiscos de legumes frescos com opções variadas de molhos. Outra boa pedida é substituir os refrigerantes por sucos e smoothies. Use “suqueiras” com torneirinhas, que, além de práticas, dão um charme a mais.

DESCARTÁVEIS

Esqueça os descartáveis! Use utensílios tradicionais de louça, que além de ecológicos são muito mais elegantes. “Mas eu tenho crianças!!”, ok, use acrílico, por ser mais resistentes, podem ser lavados e aproveitados em outras ocasiões.

E a, gostaram dessas dicas? i




Mesas, Meseiras, Table Décor e Cerimonialistas

 

As Meseiras – resgataram o prazer de montar uma mesa dedicando a isso tempo – para que refletisse através de detalhes (e com beleza) o carinho e importância contido em uma reunião, partilhando uma refeição ao redor da mesa.

Em poucos anos – e alavancando um importante nicho de mercado tanto de vendas quanto de eventos – as Meseiras formaram grupos em seus estados mesmo fora deles. Além de valorizar o convívio em família e amigos. Mesaposta  voltou a ser assunto sério .

Mas é preciso entender os outros conceitos:

Cerimonialista – no conceito amplo e correto da palavra, é a pessoa que participa de um evento desde o seu planejamento, acompanha a montagem e participa do mesmo até o final – coordenando ou em outra função específica.

Precisa, para isso, conhecer o Decreto Federal e o Protocolo Internacional também no que se refere a eventos. Ou seja, tem uma sólida formação técnica que lhe permite exercer a função.

Dentro desse conceito, um Cerimonialista entende de Mesaposta pois precisa conhecer precedência, acessórios e plano de mesa para montar, por exemplo, um jantar entre autoridades.

O contrário não se aplica: Meseiras, não tem obrigação de conhecer Cerimonial em profundidade mas, (e aqui faço um apelo a todas elas) devem se esmerar para entender e aplicar as regras de Etiqueta sem extrapolar nem se entregar a muita experimentação!

Explico: levamos séculos para aprimorar a Mesaposta que tanto apreciam mas,  por excesso de entusiasmo e as vezes por desconhecimento, vejo abusos sobre a mesa de algumas meseiras mais entusiasmadas. Muita calma…

Table Décor– é preciso separar as coisas: mesaposta é uma coisa – aquela que usamos em casa e para comer de verdade e partilhar momentos. Table Decor é aquela mesa montada em vitrines ou exposições para vender – e aí vemos excesso de itens, cascalhos e florestas montadas no centro da mesa (que em ambiente doméstico ou para comer não se justifica).

As duas fotos abaixo por exemplo estão lindas para expor itens e acessórios. Mas reparem nos excessos: arranjos de flores e velas muito altos e, na da direita o vasinho (que não deve estar sobre o prato) sobre outro pratinho e uma cumbuca que provavelmente não será usada … Ou seja, uma mesa pensada para a foto mas, certamente inconveniente para esse comer na pratica

Como o nome diz: é uma mesa decorativa. Mas na prática inviável para refeições – principalmente as oficiais ou mais formais.

E agora vejam a diferença da mesa abaixo montada para um almoço ao ar livre na Casa do Anfitrião em São Paulo: com exceção das flores, todo o resto ali tem uma função e lugar especifico. Isso, assim como as duas fotos que abrem esse post, é Mesaposta.

 




5 Dicas Top e preciosas para seu casamento.

 

casamentos.com.br

1 -Nunca escolha o local da festa antes de finalizar a lista de convidados. Dê uma margem de erro (tipo, se tiver 250 convidados, nunca escolha um lugar que comporte somente 250 convidados…)

2. É lindo usar muita flor em arranjos volumosos, mas o minimalismo também é! Flores e folhagens em excesso          para criar grandiosidade e abundância podem ticar over e até constranger os convidados. Os convidados podem          pensar que não está vestido de maneira apropriada para a festa;

  3 – Ninguém tem um nome à toa. Então, escolha alguém em quem você confie. Uma festa é um produto que você   compra e só vai ver depois. Ás vezes, pagar R$2000,00 a mais é a diferença entre ficar feliz ou estressada;

4. Noiva, prepare-se para o grande! Faça meditação, exercícios físicos, respiração. Separe uma hora do dia para tratar exclusivamente do evento, para você tomar as decisões com calma  e não ficar insegura;

5. Não atrase mais do que 20 minutos, assim, você não abusa da paciência dos seus convidados!

Serviço – @biasandovalonline

 




DICAS para serviço a mesa que fazem diferença!

Independente de ser você quem serve a mesa ou se dispõe de uma pessoa ajudando,  preste atenção e oriente sua assistente corretamente.

Travessas de comida – se estiverem sobre um aparador, tente não colar uma a outra: lembre que é preciso deixar um espaço para que a pessoa apoie o prato perto de cada travessa para se servir. Afinal de contas, usamos as duas mãos para isso e não dá para segurar o prato e se servir ao mesmo tempo…

Pratos: não devem ser empilhados, mas retirados separadamente. Ainda que não esteja usando serviço a francesa, ao levar um (ou no máximo dois) por vez, o serviço fica mais organizado.

Talheres ao retirar – devem continuar sobre o prato sem juntar todos os talheres em um só e muito menos raspar o prato para tirar o resto da comida. Isso é feito na cozinha tá?

É osso – não coloque pratinhos separados para que depositem ossos de frango ou outras aves depois de comer. É melhor cada um fica com seu osso no prato (que será retirado) do que deixar um ou mais pratos com ossos empilhados e misturados no centro da mesa…

Cabelos: sempre presos ou pelo menos meio presos. Isso é básico. Quem trabalha e/ou transita pela cozinha não pode ter cabelo solto. É simples assim.




Como fazer brindes presidenciais – saudações perigosas

Presidente Jair Bolsonaro , durante o almoço de recepção no Itamaraty , oferecido ao Presidente Maurício Macri, em visita de cortesia .

Direita e esquerda: Essa divergência em vários assuntos podem gerar muitas confusões, até mesmo numa mesa de jantar ou banquete oficial – Já falamos sobre o costume de se brindar com a mão direita que remonta dos tempos em que Reis e Rainhas – O único momento em que os convidados ficavam próximos do monarca era à mesa, na hora das refeições e eram assassinados no momento em que, desprevenidos, levantavam um brinde e alguém próximo atacava (em geral com faca ou espada). Pelo visto nossos governantes nunca ouviram falar… Vejam nas outras fotos abaixo e vai ver que, independente e corrente ideológica, o ex-presidente Michel Temer, como Dilma Rousseff com Evo Morales, nessa imagem erguem a taça com a mão esquerda – seja com a Rainha Silvia da Suécia seja com o presidente Maurício Macri da Argentina.

Na imagem de abertura deste Post, o Presidente Jair Bolsonaro finalmente acerta: ergue a taça com a mão direita (correta).  Apenas não entendi porque a dele é de um modelo diferente (dos antigos) da flute usada pelo Presidente Maurício Macri – uma vez que, para esse momento do brinde é usado o mesmo tipo de vinho para todos e a taça usual é a flute longa… Mistérios de um serviço atrapalhado – que só fez deixar a imagem confusa…

Brasília – O Presidente da Bolivia, Evo Morales e a Presidente Dilma Rousseff durante almoço no Itamaraty (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Brasília – O vice-presidente da República, Michel Temer, e a vice-presidenta da Argentina, Gabriela Michetti, durante almoço no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil).