7 Dicas TOP para ficar calmo na entrevista de emprego

Os entrevistadores não são monstros, alguns até podem ser, mas é raro. Na verdade, eles esperam apenas que você seja único. Eles precisam preencher a vaga com a melhor pessoa. Para evitar que erros sejam cometidos e que uma chance de contratação seja desperdiçada, você precisa conseguir controlar as emoções, antes e durante da entrevista e ter um ótimo desempenho.

Prepare-se – por mais que pareça um “mico”, treine conversando com outras pessoas ou consigo mesmo. Fale sobre você, suas experiências, habilidades e competências. Deixe isso bem fresco na memória para que, quando o recrutador perguntar, você não se esqueça de nenhuma qualidade sua.

Waiting for interview

Pense nas suas perguntas – é de lei o recrutador perguntar se você tem alguma dúvida. Esteja preparado para este momento, elabore antes alguma dúvida pertinente ao cargo ou a empresa, demonstrando assim, que você realmente tem interesse.

Pesquise sobre a empresa – imprescindível né? É muito importante que você conheça e a empresa: sua história e os ramos em que atua. Se for oportuno, comente sobre algo que tenha lido. Isso vai demonstrar seu interesse em fazer parte da empresa e te dar mais segurança.

Organize-se para o dia da entrevista – além de pesquisar quanto tempo você levará para chegar até o local (isso é básico), deixe um tempo extra para os imprevistos: chuva, engarrafamento, não achar o caminho, etc… Assim, você evita de chegar estressado, suado, descabelado e pior de tudo: atrasado.

Antecedência – chegue cerca de trinta minutos antes. Aproveite esse tempo, pré-hora H para rever mentalmente tudo o que você já preparou e treinou para dizer. Outra boa forma de aproveitar essa meia hora é focar-se para diminuir a adrenalina e controlar a respiração.

Relaxe – não é fácil, mas sei também que vai conseguir. Encontre algo que possa levar ou fazer que te deixe calmo. Eu por exemplo, sempre levava um livro. Leitura para mim é o que há de melhor para relaxar. Ou quem sabe um joguinho no celular também ajudará… Se pensar bem, achará algo.

Cumprimente o entrevistador com um aperto de mão firme e se apresente pelo nome – Muitos não acham isso importante, mas é! Um aperto de mão, um olhar firme e uma linguagem corporal confiante (mesmo que por dentro esteja tremendo) são um grande passo para te deixar mais calmo e convencer os entrevistadores de que você sabe o que quer e onde está pisando.

Ouça, pense, fale – É importante ouvir o que o recrutador tem a dizer e depois pensar antes de responder. Se dê alguns segundos para entender a pergunta e, em seguida, prepare uma resposta de qualidade.

Olhe sempre para a entrevista como uma experiência de aprendizagem. Analise o que deu certo e o que poderia ser melhorado. Esta experiência será valiosa à medida que continua a procurar emprego, te deixando cada vez mais calmo a cada nova experiência.




Como melhorar seu relacionamento com o chefe

Seja pro ativo –  Nunca faça só o mínimo, faça algo além das seus tarefas e deveres de tempo em tempos. Supere as expectativas. Entregar um projeto antes do prazo ou se voluntariar para assumir novas responsabilidade é algo que todo chefe aprecia.

Faça melhorias – Pense bem e veja se existem pequenas melhorias que você pode fazer que irão ter um grande impacto em sua equipe ou na empresa como um todo. Você pode ver se consegue ajustar um processo para que ele melhore a qualidade, reduza os custos, ou aumente a eficiência, por exemplo.

Seja alguém positivo – A maioria dos locais de trabalho tem muitas pessoas negativas e ninguém precisa de mais uma. Uma pessoa positiva, otimista pode ser como um bálsamo em um ambiente de alta pressão. Um sorriso pode ajudar a aliviar a tensão.

Traga soluções, não problemas – Problemas são inevitáveis ​​nos ambientes de trabalho e, sim, o seu chefe está lá para ajudá-lo a solucioná-los. Quando se deparar com um desafio, cuide da situação e discuta soluções, antes de envolver seu chefe. Se e quando ele precisar de sua ajuda, apresente opções que você estudou e seja específico sobre que tipo de ajuda você precisa dele. Lembre-se, quanto mais fácil você tornar a vida de seu chefe, mais fácil será a sua vida.

Seja pessoal, mas só um pouco – O local de trabalho não tem de ser 100% profissional o tempo inteiro. Não somos robôs, então um pouco de interação pessoal não tem problema. Só lembre-se de guardar informações importantes na memória (como o nome do parceiro (a) e filhos do chefe, por exemplo) e mantenha a conversação bem leve. Política, religião e sexo está fora dos cogitação, ok?

Proteja o seu tempo – Seu chefe é uma pessoa muito ocupada. Não desperdice o seu tempo. Se você tem alguma dúvida, procure as respostas, primeiro por conta própria. Se puder tomar uma decisão, tome usando o bom senso sempre – se você tem a capacidade de lugar com a situação, não passe para seu chefe!

Não o faça mediar – Se você está tendo um problema com um colega de trabalho, faça o seu melhor para lidar com isso sozinho. Não envolva seu chefe! Pequenas disputas em colegas de trabalho, podem fazer você e seus colegas, pessoas infantis e mesquinhas. Então cuidado…

Seguindo essas poucas regras, seu chefe vai vê-lo como uma pessoa valiosa e importantíssima para a equipe ativo valioso para a equipe, e você vai desfrutar de todos os benefícios que vem junto disso. Pense nisso!

 

 

 

 




Como fazer para conciliar balada e trabalho

baladas-bebidas-claudiamatarazzo

Segundo o especialista em sono dr. Juan Pareja, a maioria dos adultos precisa dormir 6-8 horas para se sentir descansado pela manhã e em pleno funcionamento durante o dia.

 “Quando não dormimos uma noite, é possível recuperar nos dias seguintes, inclusive no fim de semana, mas não muito além disso “ afirmam os especialistas.

Abaixo um resumo do que eles orientam como um passo a passo para que, você consiga funcionar bem no dia seguinte aquela balada inesquecível que você literalmente emendou com o escritório

homem deitado na cama, acordando, porém com camisa social , cor branca e gravata , quadriculada, em tons vermelho e preto.

Tome café da manhã – isso vai melhorar seu humor e o desempenho cognitivo durante a primeira parte do dia, por isso, resista à tentação de não comer nada para economizar tempo. E evite os açúcares, que geram bem estar temporário e aumentam o sono depois de uma hora. Uma torrada com azeite e café é uma boa pedida.

 Durante a manhã – sente-se perto de janelas com cortinas abertas: exposição à luz é muito saudável, especialmente no início da manhã e vai server par ate manter alerta. Resista a tentação de usar óculos escuros: além de dar bandeira, eles literalmente aumentam o sono pois trazem conforto e privacidade atrás das lentes/

Encare logo o trabalho: quanto antes melhor para aproveitar a energia do início do dia. Comece pelas tarefas difíceis. Depois, ficará mais cansado – e a preguiça só aumenta.

Dose extra de café – nesse dia ele será seu melhor amigo. Se quiser estar desperto para uma reunião, tome sua segunda xícara de café antes de entrar começar.

Intervalo de almoço – interaja tanto quanto possível. Se possível, porém considere a opção de cancelar reuniões importantes ou telefonemas para fechar negócios, porque, embora seja melhor permanecer ativo e em contato com as pessoas para evitar a sonolência, não é aconselhável se você tiver que tomar grandes decisões.

Os especialistas afirmam que a pessoa privada de sono é menos capaz de distinguir os sinais não verbais dos demais e fica de mau humor, podendo chegar a ser rude, o que dificultaria fechar um potencial negócio.

balada_bebida-2_claudiamatarazzo

 Período da tarde – é o mais difícil, quando o corpo, passa por uma queda de energia Se puder cochilar, nem que seja por 20 minutos, no carro ou mesmo sentados, seria ideal.

Até o final do expediente – o ideal é manter-se ocupado com tarefas que não requerem uma atenção extrema, já que, no final do dia, isso é o que você menos vai ter. Estudos apontam que uma pessoa com muito sono, tem dificuldade real de se concentrar por mais de dez minutos seguidos.

Chegando em casa desconecte de tudo e nem pense em marcar nada nessa noite. Aproveite para tomar um banho demorado, comer algo leve e dormir tudo o que não dormiu na noite anterior. Porque a próxima balada já tem data – e você vai querer estar inteiro!




Soneca depois do almoço

De acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos, aproximadamente um terço dos adultos no país não dorme as oito horas de sono recomendadas por noite, causando um mega prejuízo para as empresas.

Os próprios médicos confirmam que aquela nossa vontade irresistível de tirar uma soneca depois do almoço faz super bem só  30 minutos de soninho, ajudam a enfrentar o resto do dia. E  proporciona um melhor desempenho, tanto intelectual como profissional. Acreditem melhora  até a saúde do funcionário!

Em países mais desenvolvidos, e algumas empresas essa prática já acontece há algum tempo:  a empresa Google, já reserva um espaço da “soneca” para seus funcionários. Na China, por exemplo, os trabalhadores reservam uma hora após o almoço para tirar um cochilo antes de voltarem a trabalhar (será esse o segredo de eles produzirem tanto?).

Na Silence Business Solutions, empresa francesa, há nada menos que doze ambientes de luz e som programados para guiar o funcionário durante uma soneca de 15 minutos ! E inclui também em sua estrutura uma cama pequena e confortável (olha que sonho!!!).

No Brasil,  moda ainda não” pegou”. O cochilo após o almoço, nas dependências da empresa é visto como não produtivo nas cidades grandes, como São Paulo e Rio de Janeiro. Mas  em cidades do Norte do país – como Belém, no Pará onde o calor impera – acontece, e com consentimento do patrão.

No centro de São Paulo você até encontra lugares que cobram de R$ 12 e R$ 25, para que seus cliente durmam de 15 minutos à 1 hora. Mas pensa… olha o trabalho que dá sair da onde você está só para dormir??? Aff, cansei só de imaginar.

Acho que nem as empresas mais ‘moderninhas’ aceitam que seus funcionários durmam no serviço. E isso é muito ruim, funcionários descansados, trabalham mais felizes, de bom humor e produzem mais. E falo por experiência própria. Há uns quatro anos atrás, na empresa em que trabalhava, tinha duas horas de almoço, usava pelo menos uma delas para dormir. Eu entrava muito cedo e saia muito tarde – era hora extra demais – e conseguia levar numa boa. Meus chefes nunca falaram nada –  até me deram um travesseiro!

E vocês, gostariam de poder tirar uma sonequinha depois do almoço? Me contam…

PS – Por falar em sono, no post de sexta feira, vamos dar dicas para quem vai na balada e tem que trabalhar no dia seguinte – praticamente um guia pra mim…




O que NÃO falar para seu chefe

Algumas frases podem complicar a sua relação com seu chefe, quer ver?

 “Você tem certeza de que quer fazer isso?” – tome cuidado na hora de questionar uma decisão ou opinião do chefe. Dependendo de como você falar, pode parecer que está tentando ensinar algo que ele já sabe. Aborde o assunto pensando que o seu chefe não viu ou esqueceu alguma coisa

“Você viu o que o João fez? É tão difícil trabalhar com ele!” – Não fale de colegas de trabalho a não ser que ele tenha violado gravemente alguma política da empresa! Além de passar por fofoqueiro, frases assim, podem  depor contra a sua ética

“Achei esse problema se resolveria sozinho” – isso é bem grave… Algo deu muito errado e você não avisou o seu chefe a tempo de ele ajudar? “A maioria dos chefes prefere saber sobre problemas. Chefes querem sim saber quando algo dá errado antes que vire uma bola de neve.

“Se você não fizer tal coisa, eu me demito” – acredite, mais fácil ele te demitir antes! Ameaças desse tipo soam infantis e podem até arriscar o seu emprego. Ninguém é tão insubstituível assim.

“Como eu sou da geração Y…” ou “Pessoas da minha geração…” – alguns chefes nem ligam para essa questão de diferença de idade, mas na maioria das vezes é melhor nem tocar nesse assunto de gerações e seus “conflitos”. A menos que você esteja respondendo a uma pergunta especificamente feita para alguém mais jovem.

 “Não dá para fazer isso” – negar de imediato a tarefa que foi te passada é uma péssima idéia. Você pode pedir um “tempinho” para pensar na melhor forma de realiza-la, inclusive dando outras alternativas

“Eu preciso de um aumento” – essa é uma situação delicada. Não há problema algum em pedir um salário mais alto ao seu chefe. Só tome cuidado dobrado com a forma que fala. Nunca fale que precisa  de mais dinheiro, fale primeiro das suas responsabilidades e do quanto você valoriza a empresa . O seu objetivo é fazer com que seu chefe queira de dar um aumento.