Case e arrase

Casar, beber e comer

image_pdfimage_print

Uma mesa com candelabros de cinco braços em prata e muitos vasos baixos de rosas brancas está colocada a frente de uma janela. Através dela se vê a luz de por do sol que acentua a beleza da pradaria de das taças de cristal colocadas nos lugares dessa mesa formal de casamento. A imagem é de requinte e aconchego enfatizada pelo luz quente de final de tarde.

A boa notícia é que hoje os cardápios ficaram mais democráticos: se antes havia “modas” como a da kiwi, do tomate seco, Kani e outras iguarias que subitamente tornaram-se “essenciais” em um cardápio considerado elegante, hoje pode-se tudo – inclusive ( e ainda bem) ingredientes tipicamente brasileiros.

Em tempo: o fato de haver ilhas e lounges não dispensa as mesas completamente. Lembre-se de atender aos convidados mais velhos que não se ajeitam nesse tipo de arranjo.

 Bebida na medida justa – se antes uma garrafa de espumante dava para 4 e até 6 pessoas, hoje a conta que os organizadores de eventos fazem é de 1 para1!! Incrível não? Mas é assim: as festas duram mais , até de manhã. E, para segurar toda essa animação, haja bebida e energético…

Beleza. Mas é preciso ter um timing perfeito para servir e “segurar” um pouco o serviço do alcoólicos de tempos em tempos. Intercalando com muitos sucos águas e refrigerantes que devem ser reforçados  antes de depois de servida a comida.

 Decoração ou  cenografia ? –  é importante essa pergunta. Hoje constuma-se fazer o que os cenógrafos chamam de “ambientação.”  E, com a tecnologia a nosso serviço o céu é o limite: temos a projeção mapeada que cria cenários e efeitos incríveis nos mais árido espaços.

No entanto é bom lembrar que o bolso tem limite. Para se ter uma idéia o custo da cenografia hoje, em boa parte dos casamentos chega ser equivalente ao dobro do que se gasta com o bufê.

Para entender o que isso significa: até algum tempo atrás a comida equivalia a metade do orçamento da festa. Será que o mesmo efeito não pode ser conseguido com uma iluminação inteligente e boa disposição dos arranjos florais e móveis? Quase sempre sim – e gastando um décimo do valor…

Hoje a tecnologia é uma grande aliada – e ela é levada as últimas conseqüências , tendo se tornado quase que a vedete dos casamentos. Nada contra isso porém é preciso entender que nem é preciso tudo isso para que sua festa seja um sucesso. As pessoa sessão lá para interagir e comemorar e não necessariamente para ver um espetáculo de som e luz.

Sem falar que,o preço de tanta pirotecnia pode aumentar e comprometer  muito seu orçamento. Se lembrar que o que vale mesmo é a vige de alegria e emoção, verá que dá pra desencanar e dispensar muita coisa.

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Sem comentários

Deixe um comentário