Como fazer uma festa ecológica – e econômica

 Evite louça descartável, investindo em um conjunto extra de pratos e talheres de uma dessas lojas de segunda mão. Foto: Peter Huggins / Alamy

Amo festas! Qualquer motivo é motivo pra comemorar…EU gosto mais quando elas acontecem durante os meses de primavera e verão. Sob o sol quente com bebidas geladas e conversas… as festas rapidamente se espalham para os piscinas e quintais. Vou mostrar como é fácil e simples montar uma festa assim, “ecologicamente correta”.

CONVITE

É só criar um evento no Facebook ou enviar um simples e-mail. Os convites virtuais também nos permitem acompanhar os RSVPs (amigos, respondam, ajuda muito rsrs), interagir com convidados e fornecer informações clicáveis ​​sobre o evento.

LOCAL

Procure um espaço ao ar livre, como um parque, clube ou mesmo um quintal, e aproveite o espaço para botar a diversão ecológica em prática. Além disso, uma festa a luz do dia reduz o consumo de energia elétrica.

DECORAÇÃO

Deixe a criatividade rolar, utilizando todo tipo de material ecológico e reciclável.

O QUE COMER?

Algumas opções são os espetinhos de frutas e os petiscos de legumes frescos com opções variadas de molhos. Outra boa pedida é substituir os refrigerantes por sucos e smoothies. Use “suqueiras” com torneirinhas, que, além de práticas, dão um charme a mais.

DESCARTÁVEIS

Esqueça os descartáveis! Use utensílios tradicionais de louça, que além de ecológicos são muito mais elegantes. “Mas eu tenho crianças!!”, ok, use acrílico, por ser mais resistentes, podem ser lavados e aproveitados em outras ocasiões.

E a, gostaram dessas dicas? i




Tableware Décor: Porque a prata nunca sai de moda

 

Tendencias espelhadas vem e vão assim como latão ou qualquer outro acabamento metálico… Mas peças de prata são um clássico e fáceis de encontrar: em qualquer loja ou feirinha de antiguidades – em preços hoje muito mais acessíveis do que já foram.
Repare como as toalhas de lavabo ganham nobreza devidamente acondicionadas em recipientes de prata.
Se animou? Espero que sim: agora você pode se divertir com objetos de decoração que são relativamente baratos, e quem ver vai dizer “wow”…



O que aprendi com Harry Potter

Que Harry Potter foi, e para mim ainda é, um fenômeno mundial, não há o que negar. Mudou uma geração (me incluo aqui, sou louca apaixonada!). Li a primeira vez, aos 12 anos, mais pela história do universo mágico. De tempos em tempos volto a ler, agora com um olhar mais maduro, mais “adulto” e percebi quanta coisa JK Rowling quis nos passar ao longo da Saga.

Vou compartilhar com vocês algumas das lições que mais me marcaram:

  1. O amor é o nosso bem mais precioso: a lição mais básica de todas. Ninguém consegue viver ser amor;
  2. A amizade é poderosa: cultive os verdadeiros amigos e saiba em quem confiar. Com eles ao nosso lado a vida fica bem melhor. Ela já é difícil, com amigos para ajudar, ela fica mais fácil e divertida;
  3. Não desistir: e seguir em frente sempre. Somos fortes o suficiente para isso;
  4. Enfrentar nossos medos: temos que arriscar e sermos corajosos. Encarando o medo de frente, percebemos que ele não era tão assustador assim;
  5. Lutar pelo que se acredita: mesmo que seus amigos/família não apoiem você. É difícil (e quem disse o contrário?), mas defenda suas crenças, ideias e ideais.
  6. Nunca deixar de aprender: além da Hemione nos ensinar como falar certo o feitiço de levitação “Wingardium Leviosa” – rindo muito lembrando da cena – ela nos ensinou que conhecimento nunca é demais. É o que separa pessoas incríveis das pessoas comuns;
  7. Respeitar as diferenças: vários personagens sofreram preconceitos. Os bruxos nascidos trouxas (não bruxos), Hagrid por ser meio gigante, os Wesley por ser de uma classe social baixa, Luna por ser gostos peculiares… essa divisão e preconceitos quase destruíram o mundo. JK nos ensinou que respeito e empatia com todos é o básico para a convivência. Que só com a união de todos é que conseguimos evoluir;
  8. Tentar melhorar sempre: o que hoje é certo, amanhã pode não ser mais, e tudo bem mudar de opinião, se isso for fazer de você alguém melhor;
  9. Ações tem consequências na vida: se você for fazer parte na vida de alguém (e você vai!), faça isso de uma maneira produtiva, para que as lembranças sejam boas e as experiências positivas;
  10. Não julgue: pois muitas vezes estamos enganados. Simples assim! Só um nome – SNAPE – odiamos o cara a saga toda, para descobrir no final, a pessoa incrível ele era.

Essas são só algumas, existem muito mais. Se vocês quiserem, venho com mais depois.

Ah, leia bastante. Livros sempre nos trazem alguma lição!

 

 




Tecnologia x Nova Geração – O que virá ???

 

 

Supercaptura

Imagine sua mesa de trabalho. Você coloca documentos, livros em cima dela, certo? Agora, imagine isso tudo sendo scanneado, anexado e processado para você por câmeras. Pois é!!!

Higiene Cibernética

Isso mesmo, você não leu errado. Futuramente não vamos ensinar nossas crianças a lavar as mãos antes das refeições e sim, a não abrir e-mails/mensagens não confiáveis. Sério mesmo que chegamos a esse ponto?

Intimidade na tela

Entendo que em alguns momentos, fazer uma chamada de vídeo para matar a saudade do namorado/marido ou qualquer outra pessoa é muito bom. Mas nada se compara a ver pessoalmente né? Porém um aplicativo para clientes de IPhone oferece um recurso chamado “beijo no polegar”, onde o aparelho vibra se o casal tocar no mesmo lugar da tela e na mesma hora. Sem comentários para isso…

Bora focar!

Se atualmente já é difícil não estar “online” (ainda conseguimos!), a próxima geração não vai conseguir – sim, é uma triste realidade – e pensando nisso, alguns empresários já estão lançando aplicativos que bloqueiam o acesso a internet para que a pessoa foque no que precisa fazer.

Gente, vamos lá! Sou da Geração Y. Da geração onde a mãe falava: “chega de brincar na rua e entra…” e não, “sai do celular (pc) e vai brincar na rua”. Vi os avanços da internet e as novas tecnologias. Nossa, como foi de grande ajuda… gostei e gosto bastante, não nego. Mas ainda assim, estou assustada com que está acontecendo e onde vamos chegar.

Já estão inventando drones de presença remota. Sério!!! As pessoas nem vão precisar mais sair de casa para trabalhar, estudar  e talvez, nem para namorar (vai saber!)

Hoje ainda conseguimos manter o calor humano, o olho no olho… mas até quando?

 




À mesa com a Realeza: o que mais precisa é atenção!

Todos temos curiosidades de saber como é um jantar com a Família Real Britânica. Quais as regras? Como se comportam? Abaixo algumas curiosidades…

  • Rainha parou de comer? pare imediatamente também: ela sempre dá a última garfada. (Se eu tiver a sorte de ser convidada para um jantar com ela, vou torcer muito para ela comer devagar…);
  • As conversas da Rainha nos jantares oficiais já estão todas preparadas. Ela sabe que tem que falar primeiro com quem está a sua direta, e só depois do segundo prato é que ela vai falar com quem está sentado a sua esquerda;
  • Os lugares de cada um à mesa nos jantares oficiais são previamente estudados;
  • Os membros da realeza usam sempre o mesmo assento e são organizados de acordo com a hierarquia;
  • O convidado deve colocar o guardanapo no colo e mantê-lo ali durante todo o jantar. Ele só é devolvido à mesa quando acabar a refeição;
  • Se precisar se levantar, o ideal é que deixe o guardanapo na cadeira. Mas, calma! Para sair da mesa, é preciso aguardar o prato principal ser servido (e por favor, pedir licença! – isso é o básico né?);
  • A postura na cadeira também é importante – até isso rsrsr – o indicado é evitar se inclinar sobre a mesa, nem se debruçar ou colocar os cotovelos em cima dela;
  • Assuntos proibidos a mesa: dinheiro, religião, sexo ou política.

E aí, o que acharam? Particularmente eu não me incomodaria, são regras bem básicas e que usamos ou deveríamos usar todos os dias, tirando sobre o que se pode ou não falar a mesa.