Como montar uma Ceia com a sua Cara

Mesa retangular ,em madeira escura, com decoração de natal, com dois candelabros , um em cada lateral da mesa, temos 3 posições de cada lado e um em cada ponta da mesa, os arranjos florais em vermelho estão no centro da mesa, o jogo americano é em tecido branco com suaves bordados, o porta guardanapo é um rosa vermelha, os guardanapos brancos da cor do jogo americano, as porcelanas schmidt - modelo Royal, brancos com bordas preta com detalhes em prata. em cada posição temos um copo de vinho branco, copo de água e uma taça de champanhe.

Porcelanas Schmidt – Royal

mesa de madeira retangular na cor preta, montada para oito lugares, ao centro dois castiçais com velas brancas, nos lugares jogo americano em linho branco com detalhes bordados, pratos em porcelana branca com as bordas na cor preta, os talheres em cada lugar com faca de peixe e faca a direita, garfo de peixe e garfo a esquerda, os talheres de sobremesa acima dos pratos, guardanapos em tecido de linho branco, adornados com porta guardanapos em forma de rosa vermelha, ainda no centro da centro conjunto de pequenos vasos com flores vermelhas

Porcelana Royal da Schmidt

Escolha o estilo: afinal cada casa e família tem um jeito diferente, uma dinâmica própria e gostos específicos.

Há os mais formais que curtem o visual sofisticado, como os dos pratos com bordas pretas trabalhadas. Outros, mais clássicos, ficam a vontade com louça lisa e delicados filetes em ouro ou prata.

Esses modelos da Schmidt são tão versáteis que permitem até uma mistura de acabamento ouro e prata – afinal é Natal, e podemos nos permitir essas licenças luminosas certo?

Almoço de Natal – você pode preferir uma refeição ao ar livre. Aí, cor e descontração – inclusive dos centros de mesa e do cenário, contrastam novamente com o filete clássico da louça.

mesa de madeira retangular na cor preta, montada para oito lugares, ao centro dois castiçais com velas brancas, nos lugares jogo americano em linho branco com detalhes bordados, pratos em porcelana branca com as bordas na cor preta, os talheres em cada lugar com faca de peixe e faca a direita, garfo de peixe e garfo a esquerda, os talheres de sobremesa acima dos pratos, guardanapos em tecido de linho branco, adornados com porta guardanapos em forma de rosa vermelha, ainda no centro da centro conjunto de pequenos vasos com flores vermelhas

Porcelanas Schmidt Filete Ouro

Natal Informal – se você é mais esportiva e quiser aproveitar a bancada da cozinha, pois estará em duas ou três pessoas vá fundo. Mas capriche no jogo americano, e porta guardanapos – afinal, quem tem bom gosto, consegue ser chique inclusive na cozinha!

 

Diferença do detalhe – pode acreditar: todos os detalhes são importantes e podem ser valorizados. Vale tudo, os lugares a mesa, com enfeites individuais, velas, para acolher com luz mais envolvente, taças bonitas e talheres colocados – para facilitar a vida dos convidados e deixar sua ceia mais bonita.

Carinho é fundamental – não adianta bufar e achar que dá trabalho. Se for assim, melhor nem fazer. Planeje e prepare sua mesa na véspera. Se for o caso e permita-se fantasiar, acreditando no Natal. E no dia, relaxe, erga um brinde com todos os presentes, e agradeça por mais essa oportunidade de comemorar em família

 

 




Escola doméstica: estabelecimento (ainda) pioneiro há quase 100 anos.

Foto do rosto da Dna. Noilde Ramalho, Diretora da Escola Domêstica de Natal, cabelos brancos muito bem penteados, olhos muito leve, quase transparentes, ela sorri, como sempre, batom rosa suave, usa casaco branco com listras verde escuro, e um lenço verde em laço no pescoço.

Até aí, confere: as mulheres dessa região são conhecidas pela sua visão de vanguarda e coragem – para dizer o mínimo.

Há algum tempo atrás visitei a escola, e tive o prazer de conhecer d. Noilde Ramalho, que foi sua diretora, por mais de 60 anos até falecer em 2010.

Foto do rosto da Dna. Noilde Ramalho, Diretora da Escola Domêstica de Natal, cabelos brancos muito bem penteados, olhos muito leve, quase transparentes, ela sorri, como sempre, batom rosa suave, usa casaco branco com listras verde escuro, e um lenço verde em laço no pescoço.

Currículo invejável – todas seguem o currículo estabelecido pelo MEC – e há um índice mais do que satisfatório de aprovação no curso superior.

Mas o melhor são aulas extra curriculares como as de culinária – com direito a uma cozinha industrial, aprendizado de elaboração de cardápios e aula de dobradura de guardanapos.

Brincando de casinha, aprendendo para a vida – toda semana, duas alunas, na faixa dos doze ou treze anos se revezam por cinco dias no prédio batizado de “Meu lar”. Uma casa com quarto, cozinha, sala e banheiro onde elas cuidam desde a limpeza até a arrumação e preparo do jantar para o qual convidam um familiar por noite.

Exemplos que ensinam – as mesmas alunas revezam-se em duplas em outra casa, o berçário, onde a Escola atende bebês de famílias carentes que passam o dia lá. Antes de cuidarem na prática das crianças, as alunas tem aulas sobre cuidados com os bebês e maternidade responsável.

Visitei no campus, as instalações de aulas de informática, entre outras, mas confesso que não vi alunas alienadas com tablets ou smartphones.

Se estiver se perguntando para que serve aprender a dobrar guardanapos, cozinhar e cuidar de crianças em uma época onde todos os serviços são terceirizados, pense melhor.

E vai entender que, não por acaso que o maior índice de mulheres com liderança não apenas política, mas também social e comunitária, se encontra no Nordeste.

E, coincidência ou não, o estabelecimento formou inúmeras prefeitas, governadoras e primeiras damas. Prova de que esses detalhes na formação de uma pessoa fazem toda diferença do mundo vida afora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Homens: como entender e usar Tendências Fashion  

Detalhe de quatro estampas em preto e branco lados lado: a primeira é um grafismo em ondas verticais em preto e branco. A segunda tem um desenho de colete de listras finas brancas sobre fundo preto com 6 botões pretos na vertical em cada lado. Por baixo desse colete se vê um tecido quadriculado em textura de preto no preto criando um efeito visual. A terceira estampa é um tecido com sapatos pretos desenhados sobre um fundo branco. Finalmente a quarta estampa é com bolas pretas médias e pequenas sobre o tecido branco.

Estampas fortes: funcionam mais apenas no detalhe.

É isso aí rapazes! Sei que ao ver aquele bando de menininhos desfilando sem meia e fazendo (sem sucesso) cara de mau, vocês, robustos, maduros e mais vividos, não conseguem se imaginar vestindo aqueles modelos – no mínimo bizarros…

Calma!! O mundo fashion é assim mesmo: é preciso aprender a interpretar as tais tendências. Por isso, escolhemos essas imagens de desfiles de 2014 para ilustrar como funciona o conceito…

Ao ver tanta estampa é natural ficar na dúvida se o mundo vai terminar em um grande Baile do Havaí – mas não é bem isso.

Vejam como mesma estampa acaba aparecendo de forma mais difusa, ou apenas em um detalhe, deixando a escolha das peças mais fácil e funcional.

Finalmente, nas imagens em que os modelos usam estampas em preto e branco, percebe-se que possível aderir a determinada tendência e ainda assim manter um visual mais discreto.

A foto mostra uma colagem de 6 fotografias: a da ponta a esquerda e a quarta a partir da da direita mostram um close de detalhe de uma estampa grande em preto e branco com grafismos que lembram temas étnicos. A segunda foto a partir da direita, ao lado do detalhe, mostra um modelo com uma camiseta preta e creme com a mesma estampa colada ao corpo. As calças porém são lisas, cor creme e os sapatos marrom caramelo usados sem meia compondo o visual de forma leve e bem esportiva. A esquerda desse modelo, outro rapaz desfila com bermudas creme, tênis em couro azul celeste com a borda cinzas uma camiseta colada ao corpo malha com grafismos estampados em creme e vermelho cereja claro. Um cinto cereja compõe o visual super de verão . Na foto da extrema esquerda o modelo usa bermudas marrom claro e um cardigã de malha creme com estampa cinza e sapatos em couro marrom escuro e solado de borracha. O efeito é leve e ao lado dele uma variação: o colega usa calças bege claras, uma jaqueta de fundo creme com a mesma estampa étnica com fechamento de zíper a frente. Nos pés mocassins marrons .

Estampas grandes: para um efeito melhor, use com moderação




10 TOP MOTIVOS PRA NÃO BEBER NA FESTA DA EMPRESA

bebado+festa+empresa_claudiamatarazzo

1 – Não beba mais que uma dose – do que quer que seja. Ok, talvez duas, mas com muito suco e água entre uma e outra – pra que arriscar?

2- Não beba a mais – e por conta disso peça carona para o/a chefe. Ou resolva aprofundar sua visão sobre aquele projeto delicadíssimo – qual a chance de te levarem a sério?

3- Não beba a mais – e por conta disso cante 3 músicas seguidas ao microfone. Aliás, não cante nem a primeira. O momento The Voice é outro ta?

4 – Não beba a mais – e por conta disso comece uma sessão de piadas: ainda que você seja craque em contar, nessas festas, a primeira costuma despertar risadas, a segunda nem tanto e na terceira você já ficou inconveniente – pois ninguém mais presta atenção.

5 – Não beba a mais – e por conta disso tome coragem de declarar para aquele/a colega gracinha que sempre te atraiu. Deixe pra tomar essa atitude sóbrio/a e no novo ano – é bem mais seguro….

6- Não beba a mais – e por conta disso saia tirando selfies com toda a diretoria – é claro que é chatérrimo!!!

7- Sem selfie  – também não é pra fazer zilhões de vídeos da turma e postar – alguém precisa disso no dia seguinte?

8 – Não beba a mais – e, por conta disso, com calor, ache natural ficar mais a vontade, sem sapatos e ligeiramente pelado/a.

9- Não beba a mais – e por conta disso adormeça babando sobre a mesa.

10 – Não beba  além da conta – pois vai fatalmente perder a chance de para sair na hora certa: justamente quando a festa está no auge.

Acredite: daí pra frente só piora e aumentam muito as chances de rolar algum incidente bem constrangedor.




Top 10 Atitudes que engordam muito!

Scale-Sweight_claudiamatarazzo

Nessa nova fase de  “acredito em emagrecer” tenho reparado mais em quem diz que não consegue por conta disso ou daquilo – e embarca em uma dieta atrás da outra, muda de nutricionista, fala sem parar em regime mas não perde um grama.

Menos papo e mais sinceridade gente! Fiz uma lista de atitudes que percebi ao longo desses 7 meses de “ser humano em dieta “ e, abaixo coloco as que considero fatais: tiro e queda se você quiser engordar mais ainda – entrando no círculo vicioso dos gordinhos eternamente insatisfeitos.

  •  Achar que merece ser feliz. E comer. Até merece, só que magra/o vai ficar mais feliz ainda…
  •  Achar que subir na balança é bobagem – e se basear nas roupas para saber se está em forma ou não. A roupa só avisa que você engordou quando se recusa a fechar – pra que deixar chegar a esse ponto?
  •  Auto Engano – sabe aquela coisa de dizer que depois de uma certa idade “é bom para o rosto ganhar uns quilinhos?” Só se aplica se você tiver mais de 70 anos.

Senão, esses quilinhos vão estacionar na bunda, barriga e coxas, antes de chegar para enfeitar seu rosto.

  • Começar a dieta na segunda feira – essa é a maior a maior armadilha. Comece a dieta ontem e não encare como dieta e sim como reeducação alimentar.
  • Enfiar o pé na jaca – e comer a bandeja inteira de docinhos só porque escorregou e comeu um. Um docinho é um prejuízo mínimo e um grande prazer. Já a bandeja toda, dá uma cuuuulpa ….
  • Morrer de Culpa – e parar com a dieta porque já “estraguei tudo mesmo comendo esse pedaço de pizza”

 

  • Conflicted woman holding chocolate cake

    Conflicted woman holding chocolate cake

  • Desandar só porque é feriado – nada disso. Feriados e até Natal não são desculpa pra fazer isso. Desvie, saia um pouco do ritmo – mas, onde está escrito que a gente tem que morrer de comer só porque é feriado? Coma sim, mas descubra as alegrias de saladas, frutas & Cia.
  • Culpar o estresse e o trabalho – clássica. Não fazer dieta porque está ” trabalhando muito …” O que uma coisa tem a ver com a outra? Mais leve e em forma, o trabalho vai render muito mais.
  • Beber alcoólicos no lugar de comer. Tem um monte de gente que toma vinho, cerveja e caipirinha dizendo que não vai engordar porque prefere beber a comer. Não funciona assim – não meeeesmo tá?

 

  • Wine-WOMAN-DRINKING-claudiamatarazzo
  • Tomar só um copo – de chopp ou vinho ou caipirinha por dia, achando que “só um é pouco e não vai fazer diferença”. Quando falamos de qualquer bebida alcoólica, uma dose faz sim a MAIOR diferença! Dê um golinho pra não passar vontade. Dois no máximo…

Tá me achando xiita e chata? Pode ser. Mas foi graças a essa filosofia que passei de 50 pra 70 kilos – que disfarçava a duras penas, pois sou vaidosa à beça.

Agora, com 59 minha felicidade é tão grande que me arrisco a ser insuportável se puder ajudar algumas pessoas …

Se você concorda, compartilhe!