Claudia Matarazzo - Sem Frescura

24 maio, 2016

TOP 7 novas atitudes de mães para incutir velhos ensinamentos

por:

Se você percebe que está tentando ensinar aos seus filhos tudo o que sua mãe ensinou e não está rolando, mude de tática.

mae-filha-discussao+claudiamatarazzo

Fui e sou uma mãe maluca: tinha atitudes extremas que, algumas vezes adiantaram, outras, falham até hoje. Mas pelo menos me diverti – e ainda me divirto – nesse longo aprendizado de tentativa e erro que abrange desde ensinar a apagar a luz, até incutir valores morais.

Minha filha tem 19 anos mas lembra até hoje de um episódio em pleno Shopping quando ela, aos 3, dava um piti com direito a se jogar no chão e muito choro.

Em calculado desespero preparei a cena : me coloquei na sua frente e me joguei no chão batendo as pernas e pés no piso emitindo soluços barulhentos. Duro foi segurar o riso ao ver o seu espanto – emudecida no ato.

E só abriu a boca para dizer “Calma mamãe, já passou” .

Teve outra no mesmo shopping 13 anos depois: ela me enlouquecia com um pedido absurdo e não aceitava um não. Parei o carro no meio do estacionamento, bloqueando a fila de saída e comecei a berrar o mais alto que podia: “Não! Dá para entender que é não? Quer que repita? NÃO!” E repetia cada vez mais alto esmurrando a direção e o painel.

Terrível – tanto que o segurança nem chegou perto. Mas adiantou. Provando que, às vezes, métodos extremos funcionam…

No último dia das mães pipocaram frases gracinhas que toda mãe fala tentando educar seu filho. Proponho aqui algumas variações – meio brincando, meio a sério – mas você sempre pode se inspirar para outras ocasiões – e criar as suas.

images

1 -“Não sou sócia da... ” Eletropaulo, Light, CEEE. Só muda o nome da companhia, mas a frase é a mesma para todos os filhos pós advento da eletricidade.

Ele nunca aprendem a apagar a luz certo? E não adianta pedir para que apague “aquela luz”.

Radicalize: pela manhã, antes mesmo que ele tome café, mande acender todas as luzes da casa. E logo depois mande apagar uma por uma. Explicando que foi por ter esquecido tudo aceso na véspera. Depois de 3 dias ele aprende….

2 –Já ligou pra sua tia pra agradecer o presente?”Essa demanda paciência mas é fácil: ligue para seu filho ou filha e em nome da tia agradeça a ele o presente que ele ganhou…. Ele vai achar graça na primeira vez. Mas você vai ligar cinco – até ele não aguentar mais e agradecer a tia. E é mais divertido do que só repetir a cobrança..

3 – “Você pode me enganar, mas não pode se enganar” Fale com a cara mais séria do mundo :

“Você sabe que eu acredito em você, mas elabora um pouco mais, e fala alto na frente do espelho para se convencer melhor “. E sai – deixando que ele ou ela pensem.

4- “Sai deste banheiro, menino! Faz horas que está aí”. Que tal : “Volta pro banheiro e fica mais um pouco – prá que a pressa em sair?” Depois de ser obrigado a voltar sempre, o tempo de permanência média provavelmente vai diminuir.

5 – “Se eu e seu pai trabalhamos, o seu trabalho é estudar” Para mostrar que não, ele não vai “faltar na escola só hoje”.

Beleza. Mas dependendo da idade, você pode sugerir ir para a escola no lugar dele enquanto ele vai para o seu escritório e tenta fazer x ou y ou z coisas. E já comece a delegar e explicar as coisas. É rapidinho para entender que cada macaco no seu galho….

6 – “Quem fala mal de alguém para você, também vai falar mal de você para alguém” Para mostrar que a maledicência não leva a lugar algum. Verdade. Mas, se seu filho ou filha insistir em acreditar em qualquer rumor, invente um bem cabeludo sobre melhor amigo dele e comente com ele.

Quando ele se mostrar horrorizado, demonstre que qualquer um pode inventar que quiser – mas que é sempre péssimo.

7- “Se eu for aí e achar, vou esfregar nessa sua cara”. Clássica, mas não adianta muito. Assim, quando eles insistirem que você se levante para achar pessoalmente qualquer ítem, fale tranquilamente:

” Não precisa procurar : chama bem alto que talvez te respondam e você encontra. Se não responder procura de novo e talvez você encontre” …

Com minha filha é assim: ela não encontra e fica tudo um caos em seu quarto. Mas me recuso a arrumar ou ajudar a encontrar…

 

 

 

 

image_pdf
23 maio, 2016

O básico da etiqueta à mesa

por:

Veja como não pagar esse mico:

homem-com-cotovelos-na-mesa-e-palitando-o-dente

  1. Guardanapo no colo – o de pano, porque o de papel fica sobre a mesa.
  2.  Ordem dos talheres – não se desespere! Se tiver mais do que um, comece de fora para dentro.
  3. Mastigar de boca fechada – nem é tão difícil: mastigue de boca aberta em frente ao espelho e perceba o mico.
  4. Não comece a comer antes da dona da casa – a não ser que ela peça.
  5. Não encher muito o prato – e nem misturar a comida fazendo aquela gororoba.
  6. Saiba dizer não – não fale que não gosta, que está de dieta ou faça cara de nojo. Apenas sirva-se de pouco e dê uma disfarçada.
  7. Evite frases como – “estou cheio”, “estufado”, “comi feito um boi”. Não dá, né?
  8. Cotovelos à mesa – não pode e pronto.
  9. Talheres em paralelo – com os cabos virados para você.
  10. Palito – comida ficou presa no dente? Nao dá para tirar com mão, língua ou palito. Ainda que que palito esteja te tentando, pegue discretamente e leve ao banheiro.

 

 

image_pdf
Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao CLAUDIA MATARAZZO, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para contato@claudiamatarazzo.com.br que prontamente a retiraremos do ar.
Pictures for this blog come from multiple sources. None of the pictures belong to us unless otherwise noted. If one of your pictures is on the site and you want it removed please write to contato@claudiamatarazzo.com.br.